icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/03/2014
10:05

Quando foi eliminado na fase de grupos da Libertadores em 2012, a disputa simultânea da competição continental com a do Carioca foi um fator determinante na queda nos dois campeonatos. Curiosamente, em cerca de duas semanas, o Rubro-Negro terminou a participação na Libertadores com a vitória sobre o Lanús e perdeu a semifinal da Taça Rio para o Vasco.

Em 2008 a situação foi mais trágica, apesar de uma conquista. No domingo, dia 4 de maio, o Flamengo se sagrou campeão carioca após bater o Botafogo e vinha de vitória por 4 a 2 sobre o América (MEX) fora de casa. Entretanto, na quarta-feira, dia 7 de maio, o Rubro-Negro sucumbiu por 3 a 0 no Maracanã e caiu da Libertadores. Aquela era a despedida do técnico Joel Santana, que foi virar comandante da África do Sul antes da Copa.

E MAIS
- Flamengo acerta renovação de contrato do volante Recife
- Na véspera de decisão no Carioca, Libertadores é assunto proibido no Fla

FORA DE CAMPO
- Tem que brocar mais! Hernane será pai de uma menina

Desta maneira, a situação fica clara: o Flamengo está mais do que certo ao pensar primeiramente no Carioca e depois olhar para a Libertadores. Uma competição de cada vez para não as atropelar!