icons.title signature.placeholder Igor Siqueira, Rodrigo Cerqueira e Thiago Correia
30/06/2014
13:34

Em quatro jogos, três viradas. Apesar do bom futebol e a presença nas quartas de final da Copa do Mundo, a Holanda tem dado muitas emoções aos torcedores neste Mundial. Os jogadores garantem que não é de propósito, mas brincam que estão alavancando o trabalho dos médicos que cuidam do coração dos holandeses.

- Acho que os cardiologistas na Holanda estão muito felizes conosco - disse Arjen Robben, arrancando risadas na coletiva desta segunda-feira, após o treino na Gávea.

O histórico de reviravoltas começou contra a Espanha, quando Xabi Alonso fez 1 a 0 de pênalti. A resposta da Laranja Mecânica foi cinco vezes maior, com uma goleada histórica. Depois, mesmo tendo aberto o placar, a Holanda permitiu que a Austrália virasse. Só que houve reação e a zebra foi mandada para longe. O jogo das oitavas contra o México completa a lista, no qual a Holanda viu a eliminação de perto. A reação começou aos 43 do segundo tempo e culminou com um gol aos 49.

- Não fazemos isso de proposito. Mas é por causa do espírito do time. Acreditamos e vamos atrás do resultados. Somos muito confiantes. É muito bom virar tanto assim - completou Wesley Sneijder, outro que falou com os jornalistas nesta segunda.

Nas oitavas de final, a Holanda terá pela frente a principal surpresa da Copa: a Costa Rica, que está invicta, mesmo tendo enfrentado Uruguai, Itália e Inglaterra.