icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
05/04/2014
17:44

A partida final da Superliga Masculina de Vôlei não poderia ter sido mais próxima do topo: o segundo colocado da primeira fase, Sesi, enfrentará o primeiro, Sada/Cruzeiro. O duelo final acontece no próximo dia 13, em Belo Horizonta.

- Nós teremos um dia para descansar e depois todo o nosso foco será na equipe do Sada. Essa é a final que todo mundo queria ver e tenho certeza que será mais um grande jogo - afirmou Sandro.

Mas, para se credenciar à disputa da final, o Sesi precisou derrotar o Vôlei Brasil Kirin, fora de casa. Após um jogo duríssimo, a equipe paulistana conseguiu se sagrar vencedora, com o 3 a 2 no placar.

- Foi um jogo muito difícil, como sempre são as nossas partidas contra o Brasil Kirin. Sabíamos que seria um jogo decidido nos detalhes. Nós começamos muito bem a partida, depois do segundo set passamos a ter dificuldades na virada de bola e a equipe deles cresceu de produção. No final voltamos a jogar bem e conseguimos esse resultado muito importante para o grupo - comentou o levantador da equipe, Sandro.

Já Renan, foi colocado "na fogueira", ao ser chamado para substituir o oposto titular Evandro, que fraturou o dedo no primeiro jogo das quartas de final. Com 16 pontos, Renan foi o melhor no quesito durante o jogo.

- Foi uma série muito equilibrada. Tudo nessa temporada está sendo novo para mim. Essa foi minha primeira semifinal e, agora, a primeira final. Tenho que agradecer a toda a comissão técnica e aos jogadores que sempre me deram muita força - completou Renan.