icons.title signature.placeholder Leo Burlá
24/06/2014
15:23

Já eliminada após perder as duas primeiras partidas do Mundial, a Bósnia promete lutar até o fim da partida contra o Irã, quarta-feira, em Salvador. Quem garante que a equipe vai encarar a partida com toda a seriedade é Emir Spahic, capitão da equipe.

- Não vamos entrar como turistas no gramado. Queremos apresentar algo do nosso arsenal, coisas que não mostramos ainda na Copa - assegurou o camisa 4.

O técnico Safet Susic também quer uma despedida honrosa para a sua equipe. Para ele, seu time precisa de ainda mais rodagem internacional para alcançar alçar maiores voos no cenário mundial. Sobre o duelo diante dos iranianos, Susic disse que há todas as possibilidades 'para uma festa de gols' na Fonte Nova.

- Acho que eles (iranianos) vão correr mais riscos ofensivos. Espero que seja um jogo aberto, com as duas equipes indo ao ataque - disse.

Na tarde desta terça, a Bósnia fez o treino de reconhecimento do gramado da Fonte Nova. Essa é a última atividade no Brasil antes do jogo diante dos iranianos.