icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/06/2014
08:37

Pela primeira vez desde que iniciou a negociação com o Flamengo, o volante Héctor Canteros, do Vélez Sarsfield (ARG), comentou a possível transferência para o Rubro-Negro. Em entrevista ao programa "Vélez Radio", da Rádio Splendid AM 990, da Argentina, o jogador, de 25 anos, afirmou que sempre teve muita vontade de atuar no futebol brasileiro.

– Sempre tive um desejo de jogar no Brasil. Se for jogar no Flamengo, será ótimo. Hoje em dia, se vê muitos jogadores que vão jogar no Brasil, e isso me chama bastante atenção. Estou tranquilo quanto a esta negociação com o Flamengo, ainda não tem nada de concreto e sigo esperando um desfecho – afirmou o jogador.

E MAIS
> Exame detecta fratura e Felipe está fora de jogo-treino do Flamengo
> Mugni exalta união do grupo do Fla após período de treinos em Atibaia
> VÍDEO Vaivém: Corinthians e Palmeiras se reforçam e esquentam mercado

Na entrevista à rádio argentina, Canteros ainda garantiu que continuará treinando ao lado dos companheiros do Vélez para manter a forma física, enquanto não há uma definição sobre o futuro, que está entre a permanência no clube da Argentina e o acerto com o Flamengo.

A negociação entre as partes seguiu nesta terça-feira, mas ainda esbarra em alguns detalhes. O Flamengo espera ter Canteros à disposição no elenco até o fim da semana, a fim de dar tempo para que o volante se adapte e tenha condições de estrear já no retorno do Brasileiro, diante do Atlético-PR, no dia 16 de julho.

O empresário Adrian Castellanos, que cuida da carreira de Canteros, também crê em um desfecho da negociação nos próximos dias. A princípio, as conversas caminham para que o contrato seja fechado nos moldes de um empréstimo, que pode variar de uma a duas temporadas.

Vale destacar que o Flamengo já havia sondado Canteros em fevereiro deste ano. Porém, na época, o time argentino queria apenas vendê-lo.

BATE-BOLA
Canteros - à Rádio Splendid AM 990 (ARG)

'Será algo muito lindo para mim'

Você está acompanhando com o seu empresário o andamento da negociação com o Flamengo?
Não sei com está, não fico muito em cima do meu empresário para isso. Fico contente, porque, se acontecer, será algo muito lindo para mim, um lugar onde estarei perto de casa. Será uma experiência única na carreira.

Como você vê o seu momento na equipe do Vélez?
Sempre tive momentos lindos no Vélez, fui campeão várias vezes e sempre tive muitos bons momentos. Contudo, hoje em dia, o futebol é difícil, tem muitos jogadores de qualidade e temos sempre de estar em clubes de cima.

Como imagina a adaptação?
Será difícil deixar um clube como o Vélez, onde tenho amigos, mas terei de aprender outro idioma e outras coisas. Parece fácil, mas é difícil. Adaptação, grupo, tudo é diferente...