icons.title signature.placeholder Paulo Victor Reis
24/07/2014
08:06

Candidato à presidência do Botafogo – com eleição marcada para novembro –, Vinícius Assumpção, o agora Vinícius ‘Presidente’, registrou, ontem, em um cartório no Centro do Rio a promessa de dar direito a voto aos sócios-torcedores do Glorioso, caso seja eleito o mandatário do clube.

O LANCE!Net esteve presente e registrou o compromisso do conselheiro, de 51 anos, – sendo quase 32 deles no cargo. Formado em Administração, ele ocupa o cargo de secretário de Desenvolvimento Econômico Solidário da prefeitura do Rio. Ao assinar o documento, o candidato detalhou um pouco mais a proposta, que esbarra no Estatuto do clube de General Severiano.

– A ideia de dar direito a voto aos sócios-torcedores é uma medida inteligente. Com isso, você cria uma pressão maior sobre a direção do clube. Isso vai oxigenar o clube. Isso não é agrado com a torcida. No Estatuto do clube, há a figura do sócio contribuinte. É só regulamentar, passa o sócio-torcedor para sócio contribuinte, com direito a voto – disse Vinícius, que não tem grau de parentesco com o atual presidente Mauricio Assumpção, apesar do sobrenome. E para evitar que haja esse tipo de mal-entendido, quer ser chamado de Vinícius ‘Presidente’.

Apesar de uma eventual resistência do Conselho Deliberativo, o candidato está otimista na aprovação da mudança no Estatuto:

– Vamos eleger 140 conselheiros na nossa chapa. Temos um pedaço desse corpo permanente, que nos apoiará. Vamos abrir diálogo. O Fluminense, que é o clube mais elitizado do Rio, acabou de fazer uma reforma no estatuto, que dá direito a voto aos sócios-torcedores.

PROPOSTA TAMBÉM PARA SÓCIOS-PROPRIETÁRIOS

Para prestigiar também os sócios-proprietários, Vinícius ‘Presidente’ quer conceder a eles também os benefícios dos sócios-torcedores, sem ter de pagar a mais por isso. Atualmente, os associados do clube não têm os mesmos direitos dos torcedores, que contribuem financeiramente e têm vantagens de assistir aos jogos sem pagar pelos ingressos em alguns dos planos:

– Temos de privilegiar os sócios-proprietários, ao mesmo tempo em que vamos oxigenar o clube. Preciso dar a resposta ao sócio-proprietário. Ele passará a ter direito a frequentar os estádios (sem pagar pelo ingresso).

Vinícius é candidato à presidência pelo Movimento Carlito Rocha. Outros grupos se articulam para disputar a eleição. Fala-se em até oito nomes, mas é provável que este número seja bem menor até pouco antes do pleito, com alianças. Em comparação às últimas eleições, há um grande número de interessados no cargo. Entre os possíveis candidatos, há nomes que já são conhecidos da torcida, como Antonio Carlos Mantuano, ex-dirigente do clube, e Alberto Macedo, vice-presidente jurídico da atual gestão.