icons.title signature.placeholder Luiz Gustavo Moreira e Paulo Victor Reis
24/11/2014
07:04

A Chapa Alvinegra lançou Vinícius Assumpção como candidato à presidência do Botafogo. Membro do "Movimento Carlito Rocha", ele prefere ser chamado de Vinícius Presidente para não ser confundido com Mauricio Assumpção. Em entrevista ao LANCE!Net, Vinícius levantou uma das principais bandeiras da sua campanha política, que é a profissionalização total do clube.

– O Botafogo precisa ter uma gestão ética e profissional. Não podemos admitir dirigentes chegarem às 18h no clube porque têm que tocar a vida deles. O Botafogo precisa ter 25 horas por dia de todos os dirigentes. Mas temos que dar condições. Talvez seja o único candidato a defender a profissionalização total do clube, inclusive da direção. Não tenho problema em fazer esse debate – afirmou Vinícius.

O candidato, inclusive, foi o primeiro a levantar a bandeira do voto ao sócio-torcedor. Ele chegou a registrar em cartório a promessa.

– Não queremos tirar direitos dos sócios-proprietários. Essa proposta é democrática, para ampliar o universo votante, mudar a fórmula da democracia interna e trazer jovens para o clube. Cerca de mil pessoas (são 1.795 aptos a votar) vão escolher o futuro de um clube com mais de quatro milhões de torcedores – explicou Vinícius.

A Chapa tem Luiz Claudio Fettermann, mais conhecido como Ique, como candidato à vice. Ele é diretor do polo aquático alvinegro:

– Meu vice é vitorioso e não tem comprometimento com gestão nenhuma. Fez oposição ao Bebeto e nem o Bebeto tirou ele.

QUEM É ELE: Vinícius Assumpção tem 52 anos e, apesar do sobrenome, não tem parentesco com o atual presidente. Exerce o cargo de Secretário de Desenvolvimento Econômico Solidário da Prefeitura do Rio de Janeiro. Formado em Administração, é bancário e foi presidente do Sindicato dos Bancários do Rio de Janeiro durante os períodos de 2003/2006 e 2006/2009. Nunca exerceu cargo algum no clube.