icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
10/06/2014
12:28

Às vésperas das chegadas das seleções de Portugal e Nigéria, a cidade de Campinas entregou oficialmente, na última segunda-feira, os dois Centros de Treinamentos que serão utilizados pelas equipes durante a Copa do Mundo. Os nigerianos, que desembarcam em Guarulhos na noite desta terça-feira, farão a preparação no estádio Brinco de Ouro, do Guarani, enquanto os portugueses, que chegam no Aeroporto de Campinas na manhã de quarta-feira, utilizarão as instalações da Ponte Preta - CT do Jardim Eulina e estádio Moisés Lucarelli. Conforme divulgado pelo LANCE!Net há quase um mês, a expectativa de conclusão das obras era no dia 31 de maio, mas houve atraso de duas semanas.

- Vamos receber as duas seleções com muito carinho. Quando recebemos alguém em casa, fazemos de tudo para atender bem - declarou o prefeito da cidade, Jonas Donizette, que compareceu às instalações para a inauguração oficial.

No CT da Ponte Preta, onde Cristiano Ronaldo e companhia farão a maioria dos treinos - apenas os dois abertos ao público serão no Moisés Lucarelli -, as mudanças foram consideráveis. A principal delas foi a troca do gramado para um de “Padrão Fifa”. O prédio do CT foi ampliado de 250 para 500 metros quadrados. A área interna conta com academia, amplos vestiários - com banheiras -, sala exclusiva para a comissão técnica, salas de fisioterapia e departamento médico, além de um espaço para reuniões.

Pedido da comissão técnica, a seleção portuguesa terá privacidade nos treinamento, mesmo com os cerca de 400 jornalistas que são esperados para seguir os passos da equipe. Entre uma enorme tenda que será a sala de imprensa improvisada e os gramados, foi instalada uma ponte sobre um córrego que divide o CT em duas partes. A passagem só será liberada com a permissão da comissão. Já o muro em volta do CT foi fechado com alambrado para impedir a visão da rodovia Anhanguera, que passa ao lado.

Assim como o CT da Macaca, o estádio do Guarani também contou com troca do gramado, reforma dos vestiários e academia, bem como sala de imprensa. As autoridades correm contra o tempo para finalizar a estrutura para os profissionais de mídia. No entanto, o clube ainda aguarda um laudo do Corpo de Bombeiros para liberar o local para receber 4 mil pessoas no treino aberto, inicialmente marcado para o dia 13. Caso não consiga a tempo, o trabalho com a presença de público deve ser transferido para o estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista.

Os hotéis que receberão as seleções também já estão prontos: Portugal ficará no The Palms e a Nigéria, no Vitória - ambos luxuosos, de cinco estrelas.