icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
11/07/2013
19:06

A Federação Egípcia de Futebol (EFA) resolveu terminar o campeonato local por falta de segurança. Por conta disso, dois clubes foram considerados os campeões: Al Ahly e Zamalek. Isso ainda é um reflexo da confusão do ano passado, quando mais de 70 pessoas morreram em uma enorme briga.

O torneio deveria ter terminado no dia 29 de junho, mas várias partidas foram adiadas. A EFA perguntou ao ministério do Interior se as partidas poderiam ter novas datas, e eles resolveram dar o torneio como encerrado.

O presidente da entidade, Gamal Allam, adiantou que os clubes não podem rejeitar a decisão, já que ela foi tomada por questões de segurança nacional. A decisão foi aprovada por 16 dos 18 times. Apenas o Zamalek e o Eppi foram contrários.

De acordo com o regulamento, o Campeonato Egípcio tem dois grupos de nove clubes. O líder e o vice de cada chave passam para a próxima fase em semifinais, até chegar na decisão. Como Al Ahly e Zamalek lideravam os grupos, foram declarados campeões. Ainda não há uma definição sobre a participação na Liga dos Campeões da África.

A Federação Egípcia de Futebol (EFA) resolveu terminar o campeonato local por falta de segurança. Por conta disso, dois clubes foram considerados os campeões: Al Ahly e Zamalek. Isso ainda é um reflexo da confusão do ano passado, quando mais de 70 pessoas morreram em uma enorme briga.

O torneio deveria ter terminado no dia 29 de junho, mas várias partidas foram adiadas. A EFA perguntou ao ministério do Interior se as partidas poderiam ter novas datas, e eles resolveram dar o torneio como encerrado.

O presidente da entidade, Gamal Allam, adiantou que os clubes não podem rejeitar a decisão, já que ela foi tomada por questões de segurança nacional. A decisão foi aprovada por 16 dos 18 times. Apenas o Zamalek e o Eppi foram contrários.

De acordo com o regulamento, o Campeonato Egípcio tem dois grupos de nove clubes. O líder e o vice de cada chave passam para a próxima fase em semifinais, até chegar na decisão. Como Al Ahly e Zamalek lideravam os grupos, foram declarados campeões. Ainda não há uma definição sobre a participação na Liga dos Campeões da África.