icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
13/04/2014
18:02

O Flamengo provou novamente a sensação de conquistar um título nos minutos finais. Na base da raça arrancou um empate heroico contra o Vasco, em 1 a 1, na tarde deste domingo, no Maracanã, e faturou o Campeonato Carioca pela 33ª vez. O gol do título foi marcado por Márcio Araújo, aos 45 minutos do segundo tempo, quando a vitória parecia se encaminhar para São Januário. O volante aproveitou o rebote na cabeçada de Wallace e completou para o gol de Martín Silva (em posição irregular).

O jogo foi muito truncado, mas o Rubro-Negro mostrou grande poder de reação após ser eliminado na Copa Libertadores. Com a vantagem de dois empates na final, por ter feito a melhor campanha no Estadual, o Mais Querido levantou o caneco para alegria geral da torcida rubro-negra no Templo do Futebol. Na primeira partida da decisão, a igualdade no placar foi de 1 a 1.

MAIS FLA
> Felipe acirra rivalidade e debocha do Vasco após título
> Quem é Elias? Márcio Araújo é o novo xodó da camisa 8 do Fla
> Baixe a wallpaper da conquista do Flamengo no Maracanã

PRIMEIRO TEMPO TRUNCADO E CHEIO DE CARTÕES

Mesmo debaixo de chuva, o primeiro tempo foi quente. Com a obrigação de vencer para levantar a taça, o Vasco partiu para o ataque logo no início da partida. O Cruzmaltino pressionou o Rubro-Negro e chegou com perigo em algumas oportunidades com Douglas e Thalles. O Flamengo, por sua vez, jogando por empate para se sagrar campeão, saía em contra-ataques muito perigosos, geralmente puxados por Everton e Paulinho.

MAIS VASCO
> Roberto Dinamite mostra revolta com novo erro da arbitragem
> Adilson evita reclamações e quer título em breve no Vasco

Tecnicamente, porém, as equipes pecavam bastante na execução das jogadas. Um fato que chamou atenção na primeira etapa foi o grande número de cartões. O árbitro Marcelo de Lima Henrique - alvo de uma polêmica por causa da esposa, Sandra Henrique, que apontou o Vasco como vice certo - distribuiu seis amarelos, sendo três para cada lado. Com muitas faltas e nervosismo, o primeiro tempo terminou sem bola na rede.

EXPULSÕES, PÊNALTI E GOLS

O segundo tempo começou parecido com o primeiro, com o Vasco no ataque e o Flamengo esperando oportunidades para sair no contra-ataque. Os times, contudo, não conseguiam chegar ao tão sonhado gol por serem muito previsíveis. Com o passar do tempo, o clima ficou quente. Antes da casa dos 15 minutos, numa confusão antes da cobrança de um escanteio para o Flamengo, o zagueiro Chicão e o lateral André Rocha trocaram cabeçadas e discutiram asperamente. Marcelo de Lima Henrique não pensou duas vezes e expulsou a dupla. Apesar das expulsões, os ânimos continuaram exaltados, com muitas discussões em campo.


    Jogadores do Flamengo fazem a festa após o título (Foto: Bruno de Lima/ LANCE!Press)

Confiante de que poderia vencer, o Vasco continuou na pressão até que finalmente conseguiu o que queria. Aos 28 minutos, Thalles achou Pedro Ken, que invadiu a área do Flamengo em alta velocidade. Erazo chegou forte e derrubou o meia: pênalti. Frio, Douglas foi para a bola e mandou no canto direito de Felipe, que nem saiu na foto: 1 a 0 e explosão da torcida cruzmaltina. Após o gol, a partida ganhou ainda mais emoção. Pressionado a buscar o empate, o Flamengo teve que sair mais para o ataque.

O jogo, então, se inverteu, com o Vasco recuado, esperando o contra-ataque, e o Flamengo na pressão para chegar ao gol. O jogo parecia que caminhava para a vitória cruzmaltina até que, na raça, o Flamengo empatou. Após cobrança de escanteio, Wallace cabeceou e a bola sobrou para Márcio Araújo, em posição irregular, após muita confusão na área, empurrar para o fundo do gol de Martín Silva. Depois, só deu tempo para Bernardo tentar colocar o Vasco novamente em vantagem, em cobrança de falta, mas já era tarde, título para o Flamengo.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 1 X 1 VASCO

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data-Hora: 13/4/2014 - 16h (horário de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Auxiliares: Rodrigo Figueiredo e Luiz Antonio Muniz (RJ)
Público: 42.697 
Renda: R$ 2.790.765,00
Cartões amarelos: Luiz Antônio, Everton, André Santos, Erazo e Alecsandro (FLA); Diego Renan, Luan, Rodrigo, Guiñazu (VAS)
Cartões vermelhos: Chicão (FLA); André Rocha (VAS)

GOLS: Douglas, aos 29'/2°T (VAS) e Márcio Araújo, aos 45'/2°T (FLA)

VASCO: Martin Silva; André Rocha, Luan, Rodrigo e Diego Renan; Guiñazu, Pedro Ken, Fellipe Bastos (Bernardo, 27'/2°T) e Douglas e William Barbio (Reginaldo, 11'/2°T); Thalles (Aranda, 34'/2°T). Técnico: Adilson Batista.

FLAMENGO: Felipe; Léo Moura, Wallace, Chicão e André Santos (Nixon, 40'/2°T); Amaral (Gabriel, 34'/2°T), Márcio Araújo, Luiz Antonio e Everton (Erazo, 20'/2°T); Paulinho e Alecsandro. Técnico: Jayme de Almeida.