icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
12/06/2014
14:37

O pentacampeonato da Seleção Brasileira em 2002 contou com a colaboração de Antonio Lopes, que exercia a função de coordenador técnico do Brasil no oportunidade. Hoje diretor de futebol do Atlético-PR, Lopes revelou que esperava ter sido chamado para o mesmo cargo quando houve mudança na comissão técnica da Seleção. Apesar da frustração, ele exalta a capacidade do amigo Parreira, o escolhido para a função e espera por uma vitória diante da Croácia no dia do seu aniversário.

– Na época fiquei sim na esperança de ser convidado para fazer parte da comissão técnica, pois realizamos um grande trabalho em 2002, mas a Seleção está muito bem servida com meu amigo Parreira, que é um profissional extremamente vitorioso e muito competente. Não estando lá, só me resta torcer pela seleção vencer esta partida e me dar este presente no dia do meu aniversário – disse Lopes, que completa 73 anos nesta quinta.

Larga experiência como treinador, título de Copa do Mundo como coordenador e, agora, satisfeito como diretor técnico do Atlético, função que exerce há um ano e meio. Voltar a ser técnico não está nos planos do Delegado Lopes.

– Me preparei para exercer esta função. A experiência na CBF entre 2000 e 2002 ocupando este cargo, minha vivência de mais de 40 anos de futebol e a minha formação de advogado me ajudaram muito nesta nova etapa da vida e acredito que possa ajudar muitos jovens treinadores, dando-lhes respaldo e sendo um elo entre comissão técnica e direção.