icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
03/02/2015
15:28

Normalmente ligado a artilharias e muitos gols, o número 9 no Real Madrid e no Barcelona ganhou outro significado. Os dois centroavantes dos principais clubes da Espanha, Benzema e Suárez, deixaram o faro de gols um pouco de lado (nem tanto, é verdade), e agora são mais garçons do que definidores. E os números comprovam.

Como os dois atacantes têm Cristiano Ronaldo e Messi fazendo companhia, e acabam sendo os artilheiros dos seus clubes, Benzema e Suárez tiveram que se reinventar. O francês já está mais do que acostumado com isso, enquanto o uruguaio chegou nesta temporada, e claramente está insatisfeito com os seus únicos cinco gols em 18 gols. Muito pouco perto dos 31 que marcou no Campeonato Inglês de 2013/14 pelo Liverpool.

Porém, Suárez está longe de estar mal pelo Barcelona. Depois de cumprir a suspensão de quatro meses por causa da mordida em Chiellini na Copa do Mundo, começou a se destacar com passes. Até agora, já são 11 assistências. Se continuar nesse ritmo, a tendência é que lidere este quesito no Campeonato Espanhol. Das 11, oito foram pelo torneio, e o líder é Messi, com nove. Mas o argentino tem muito mais tempo em campo na temporada.

Também com oito passes decisivos para gol no Campeonato Espanhol está Benzema. O francês tem balançado as redes mais que Suárez, já marcou 17 vezes na temporada, sendo 11 na Liga. Mas tem se destacado mesmo nos passes. Por enquanto, em 2014/15, já foram 11, contando todas as competições.