icons.title signature.placeholder Bruno Grossi
24/06/2014
20:46

Desde o último dia 15, o São Paulo tem treinado forte em um dos campos do Omni Resort, em Orlando (EUA). A falta de ritmo após duas semanas de férias provocadas pela pausa para a Copa do Mundo preocupava os jogadores, mas o principal adversário do elenco passou a ser o calor da cidade norte-americana.

- Está forte, mas temos que superar. Daqui a pouco no Campeonato Brasileiro a gente enfrenta jogo nesse clima e estaremos preparados. Em São Paulo estará frio, mas a gente tem que trabalhar no clima que estiver, não pode escolher e perder tempo. Até é melhor trabalhar assim do que com chuva e frio - opinou Maicon.

O volante e seus companheiros têm enfrentado temperaturas de quase 30°, mas a sensação térmica registrada em Orlando beira os 40°. Apesar do sofrimento durante os treinamentos, Maicon acredita que o grupo poderá ser recompensado na volta para o Brasileirão, pois estará melhor fisicamente do que os adversários.

- Estava aqui com minha família desde o dia 2 e vi que estava muito quente quando andei para cima e para baixo com minha filha nos parques. O sol estava rachando e pensei que a gente ia sofrer quando os treinos começassem. Mas o bom é que prepara no sol, no calor e aí no tempo fresco vamos voar. São mais alguns dias para trabalhar forte e voltar bem para o Brasil - projetou o volante, que também destacou a importância dos jogos-treino.

- É sempre importante pra manter o ritmo de jogo. Estávamos parados por duas semanas e voltamos com treinos em dois períodos, tudo muito forte. Jogo-treino é cansativo, a gente tenta fazer as coisas e às vezes não acontece, pelo menos conseguimos fazer três gols em um tempo (contra o Jacksonville, vitória por 10 a 0). É proveitoso para voltar na mesma pegada que estávamos antes da parada.