icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
02/04/2014
23:38

A temporada não anda nada boa para o Duque de Caxias. Após o rebaixamento no Campeonato Carioca, o time da Baixada Fluminense voltou a decepcionar. Na sua estreia pela Copa do Brasil, ontem, em Poços de Caldas (Minas Gerais) foi totalmente envolvido pela Caldense. No fim, a derrota por 2 a 0 ficou até barata.

Com o resultado, o Duque de Caxias só avançará para a próxima fase da Copa do Brasil (contra Cene ou Coritiba) se vencer o rival por três ou mais gols de diferença na volta. O triunfo por 2 a 0 levará a decisão para os pênaltis.

A Caldense dominou todo o primeiro tempo e, aos quinze minutos, já tinha criado quatro ótimas chances. O bom ritmo prosseguiu até que, aos 29, Andrezinho fez ótimo cruzamento e Luiz Eduardo cabeceou para marcar.

No segundo tempo, a Caldense diminuiu o ritmo. Mas ainda assim foi superior, teve mais chances e ampliou aos 38 do segundo tempo, com 
Luiz Eduardo, de pênalti. Foi a primeira vitória do time após um mês sem triunfos.

A Caldense estreou reforços eficientes: Pikachu se entrosou bem com Luiz Eduardo (artilheiro da equipe no Mineiro ao lado de Everton Mara, com três gols).

– Fui bem no jogo, mostrando dedicação, vontade. Copa do Brasil é isso: fazer gol e não levar. Temos agora dias para trabalhar tranquilos para o próximo jogo e passar para a próxima fase. Nosso time tem grande poder de ataque e isso é importante – disse Pikachu.

Outro que mandou bem foi o meia Michel Cury, vindo do Guarani de Divinópolis, estreou como uma ameaça constante ao Duque de Caxias. Ele saiu de campo aos 20 do segundo tempo, sob aplausos. E foi substituído por mais um jogador novo na equipe: Tardelli.