icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
15/04/2014
07:00

Somando a premiação do título de Campeão Paulista mais as rendas da semifinal e das duas partidas da final, o Ituano conquista cerca de cinco milhões de reais e pode pensar com mais calma no futuro. Segundo Juninho Paulista, presidente do clube, a ideia é equilibrar as receitas e despesas, tornando o clube sustentável.

Depois da final diante do Santos, Juninho chegou a declarar que colocou dinheiro do próprio bolso para o time ter sequência no Paulistão.

- É um trabalho de médio a longo prazo. A gente se preocupa com estrutura, com melhores condições de trabalho. A gente se preocupa em preparar jogadores para ter reposição. É um trabalho que vem sendo feito com os pezinhos no chão, dentro do orçamento. É claro que às vezes a gente ultrapassa e esse ultrapasse sou eu e mais dois investidores, que colocamos dinheiro - falou o presidente.

A premiação da Federação Paulista de Futebol (FPF) para o campeão do Campeonato Paulista 2014 é de R$ 2,5 milhões. Além disso, os oito primeiros colocados na classificação geral recebem R$ 100 mil. Soma-se a esses valores metade da renda da semifinal e das duas partidas de final.

O jogo contra o Palmeiras, válido pela semifinal, arrecadou R$ 1.363.977,50. Na primeira partida contra o Santos, o valor subiu para R$ 1.459.355,00. Já no jogo decisivo, a renda foi de R$ 1.901.845,00. Como, pelo regulamento, o dinheiro arrecadado é divido entre os dois clubes, o Ituano faturou R$ 2.362.288,75 em bilheterias.

Somando todas as premiações, o valor total chega a quase cinco milhões de reais. Com uma folha salarial que gira em torno de R$ 400 mil, esse montante paga nove meses de salário aos jogadores e comissão técnica.

Para Juninho Palista, o resultado foi positivo, pois mostrou que o planejamento deu certo. E o gestor ainda espera que o time passe a disputar mais classificações do que rebaixamentos.

- Então o que a gente pode tirar de bom? A gente mostrou que o planejamento está certo. O objetivo é voltar com o Ituano no cenário atual. Daqui para frente, o Ituano vai ter uma estrutura sólida. Essa estrutura sólida vai permitir que a gente capte também bons jogadores, jogadores com mais qualidade, e a gente dispute mais classificações do que rebaixamentos. Eu acredito nisso. Apesar de também dizer que futebol não é uma matemática. Mas eu acho que você estando estruturado, estando sólido, a chance de conquista é muito grande - declarou.