icons.title signature.placeholder Bruno Cassucci
19/11/2013
18:07

Antes de perceber que não teria mais apoio político e que havia perdido a governabilidade do clube, o presidente Luis Alvaro Ribeiro tentou formar um novo Comitê de Gestão e convidou o ex-jogador Clodoaldo, ídolo que brilhou pelo Alvinegro nas décadas de 60 e 70, para ser o homem forte do futebol na direção.

O convite foi feito pessoalmente pelo então presidente, que no dia seguinte acabou se licenciando. O ex-volante do Peixe relembra o episódio e explica a recusa do convite.

– Tenho amizade grande com o Luis Alvaro e carinho grande pelo Santos, mas expus meu lado ao presidente. Não queria ligar a minha imagem ao clube, como aconteceu com o Roberto Dinamite ao Vasco, o Zico no Flamengo... Expliquei que dizia "não" ao convite, mas me disponibilizei a ser um consultor. Ele pediu para eu repensar, mas logo depois pediu o afastamento – afirmou, ao LANCE!Net.

Clodoaldo é conselheiro do Santos e tem condições estatutárias para ocupar o cargo. Segundo ele, o presidente lhe ofereceu autonomia para comandar o futebol alvinegro.

O ex-jogador e ídolo alvinegro trabalha como corretor de imóveis de alto padrão na Baixada Santista desde que se aposentou.

Apaixonado pelo clube, ele costuma frequentar a Vila Belmiro e é amigo de Odílio Rodrigues. No entanto, o atual presidente não o convidou quando formou o novo CG.

– Estarei sempre pronto a ajudar, mas sem nomeação de cargos – comenta.