icons.title signature.placeholder Eduardo Moura
13/04/2014
19:26

O Internacional acertou o empréstimo do atacante Caio. A saída do jogador ainda não foi oficializada pelo clube gaúcho, mas o ex-Botafogo não irá permanecer no Beira-Rio e jogará no Vitória até o final da temporada. O próprio atacante confirmou pelas redes sociais e deixou um recado para os colorados. O interesse dos baianos havia sido confirmado no início de março. As negociações se encerram com o término dos estaduais.

- Apesar de ter participado de alguns jogos do Campeonato Gaúcho, não estava sendo aproveitado como gostaria neste inicio de ano. A opção de ida para o Vitória foi minha. Já havia uma conversa algum tempo e agora foi tudo resolvido após o estadual. Sempre me mostrei interessado em jogar pelo clube, desde quando apareceu a oportunidade, principalmente por ser um time de massa, o que motiva qualquer jogador - disse o jogador.

Neste ano, Abel pouco usou o jogador. Caio foi utilizado na equipe reserva na maioria das vezes. Em algumas oportunidades, chegou a treinar como lateral-direito. Fez gol no amistoso de reinauguração do Estádio Elias Figueroa, no Chile. Mas perdeu espaço com o retorno de Eduardo Sasha e crescimento de Alan Patrick e Valdívia. Espera repetir o sucesso que teve no Figueirense, quando foi emprestado pelo Botafogo e foi destaque.

- O intuito é justamente aproveitar as oportunidades da mesma forma que fui bem sucedido com a camisa do Figueirense. Além disso, tenho certeza que o Vitória tem tudo para fazer uma boa campanha no Brasileiro, da mesma forma que ocorreu ano passado, quando terminou na quinta colocação - completou Caio, por meio de sua assessoria de imprensa.

Caio chegou ao Inter no ano passado, quando assinou contrato por cinco anos. Embora tenha tido bom início no clube, sendo bastante utilizado por Dunga durante as partidas e fazendo gols, acabou o ano em baixa. Uma lesão no pé esquerdo e também no joelho impediu maior continuidade do atacante no Colorado. Foi operado e acabou caindo de ritmo na temporada.