icons.title signature.placeholder João Matheus Ferreira e Roberto Veloso
28/11/2014
10:05

Rodrigo Caetano estará livre para negociar o futuro a partir de domingo, dia seguinte ao último compromisso do Vasco na Série B, contra o Avaí, em Florianópolis. Nos últimos meses, o dirigente vem sendo um nome bastante especulado no Palmeiras, que ainda luta para se manter na Série A em 2014. Em entrevista exclusiva ao LANCE!Net, evitou falar muito sobre o Alvi-Verde, mas elogiou a grandeza do clube e garantiu que não recebeu nenhuma proposta oficial até agora.

- Não falei com mais ninguém de nenhum outro clube até por essa indefinição que estava aqui. Após o dia 30 vou poder definir a minha vida pessoal e profissional. Existiram consultas, mas foram lá atrás e não ficaram restritas ao Palmeiras, que é um grande clube, um dos maiores do futebol brasileiro, e tem um potencial absurdo., mas nada se transformou em proposta e até por ética não quero falar muito sobre isso. Tinha e tenho compromisso com o Vasco e a partir do dia 30 vou tirar uns oito dias para curtir a minha família, pois passei mais tempo no Vasco do que com eles neste ano. Não estou pensando muito nisso agora - comentou.

O Palmeiras vai passar por eleição presidencial neste sábado e o nome de Rodrigo Caetano é falado tanto na chapa de situação (Paulo Nobre, atual presidente) e na oposição (Wlademir Pescarmona). A tendência é que, se realmente as conversas ganharem força com o desligamento do dirigente, seja só nas próximase semanas.