icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
01/06/2014
17:55

A França ainda não contou com Benzema e Ribéry, suas principais estrelas, neste domingo em amistoso contra o Paraguai em Nice, e quase não conseguiu furar o forte bloqueio adversário. Os Bleus foram superiores durante os 90 minutos e poderiam ter vencido por um placar elástico, mas só na reta final que saíram os gols e até tomou um golpe no fim. Griezmann fez o seu primeiro pela equipe local, e Caceres, do Flamengo, empatou.

O jogo nem parecia amistoso, de tão duro e pegado que foi. Depois das duas lesões deste sábado (Montes, do México, e Montolivo, da Itália, ambos cortados), o técnico Didier Deschamps até deve ter ficado preocupado. Mas enquanto teve bola rolando, a França demonstrou superioridade e que tem um time bem montado. A defesa mostrou-se sólida, assim como o meio-campo, principalmente com Pogba, Matuidi e Cabaye.

Na frente, Giroud, Rémy e Valbuena foram muito ativos, criaram oportunidades, mas a bola não entrou. Neste momento que que os Bleus sentiram as ausências de Ribéry, que segundo a imprensa francesa corre risco até de perder a Copa, e Benzema, os grandes astros do time.

Com o tempo passando, a França até continuou a atacar, e o Paraguai não mostrava nenhuma criatividade. Em uma pressão final para pelo menos sair com a vitória, veio o gol. Após escanteio, a bola ficou com Koscielny, que ajeitou para Griezmann chutar bonito e colocado. A bola ainda deu uma leve desviada antes de entrar.

Mas já no fim, quase nos acréscimos, um duro golpe para a França. Bola alta na área, e Cáceres, que estava com a braçadeira de capitão, completou de cabeça e garantiu o empate.