icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
23/02/2015
15:03

A dupla que ficou marcada na história do Fluminense está perto de ser eternizada nas Laranjeiras. Os bustos de Assis e Washington vão ser inaugurados na sede do clube neste terça-feira, dia que também será lançado o livro 'Washington & Assis – Recordar é Viver'. Outra novidade será o tour pela Sala de Troféus do Tricolor, que terá  sua exposição temporária trocada com o tema 'Casal 20', com vídeos, curiosidades e acervo pessoal dos ídolos.

A homenagem ao Casal 20 só foi possível graças à mobilização da torcida tricolor por meio do crowdfunding, um financiamento coletivo. Um dos coordenadores do projeto, Dhaniel Cohen aumentou ainda mais a expectativa pelo resultado da homenagem aos ídolos.

- Foi tudo muito intenso a partir do início do crowdfunding, quando foi uma luta para batermos a meta, passando pela confecção da medalha, a entrega do livro para a gráfica e por fim o acompanhamento do processo de fabricação dos bustos. Agora é torcer para a torcida tricolor, que viabilizou este sonho, ficar satisfeita com o resultado – disse Dhaniel.

Outro responsável pelo projeto, Heitor D´Alincourt foi ainda mais enfático na hora de convocar a torcida do Flu para conferir de perto a homenagem.

- Dia 24 a sede das Laranjeiras ganhará uma atração com vocação para a eternidade. Jogando fora as sandálias da humildade, afirmo: os bustos de Washington e Assis são fenomenais. Esta homenagem só foi possível porque a torcida se uniu para eternizar a dupla mais carismática do futebol brasileiro. Queremos agradecer a confiança depositada e dizer mais uma vez: como é bom ser Fluminense – disse Heitor.

Responsável por produzir os bustos dos ídolos, Antônio Carlos Bettini Liboredo, do Liboredo Atelier, explicou como se deu o processo de confecção das estátuas. Tricolor de coração, o artista se disse lisonjeado por eternizar Washington e Assis por meio do bronze.

- Já fiz placas e outros bustos para o Fluminense, são muitos anos nesse tipo de trabalho. Devem ter obras do meu pai, do meu avô também. Essa dupla marcou a história do clube, muitas vezes os vi jogar e fico muito feliz de eternizá-los no bronze – disse o artista.

'Washington & Assis – Recordar é viver', dos autores Heitor D´Alincourt, Dhaniel Cohen e Carlos Santoro, tem 208 páginas e mais de 600 fotos, muitas ainda inéditas. É a sexta obra que o Flu-Memória produz desde 2012. As anteriores foram 'Guerreiros desde 1902', 'Fluminense tetracampeão', 'Guerreiros lance a lance', 'Romerito – Tricolor de Corazón' e 'Nós somos a História' (este que também teve uma versão em inglês).