icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
23/07/2014
12:01

O Corinthians fez dois jogos totalmente desiguais após o reinício do Campeonato Brasileiro: vitória por 2 a 1 sobre o Internacional abrindo dois gols de vantagem com apenas dez minutos de jogo e empate sem gols diante do Vitória, no último domingo, com desempenho abaixo da média de quase todos os jogadores. Para o técnico Mano Menezes, a primeira partida deve servir como referencial para a sequência do Campeonato Brasileiro e também a Copa do Brasil, competição pela qual o Timão inicia a terceira fase nesta quarta-feira, contra o Bahia.

- Precisamos ser o Corinthians com rendimento mais próximo do que se cponseguiu com o Inter sim, diferente do que foi em Salvador - disse o treinador, ainda em busca de padrão para sua equipe.

- Quando falamos que a equipe chegou a um padrão ideal, e falamos disso mais em relação à Europa, são três anos de formação. No Brasil, quando nos aproximamos disso, os jogadores saem. O Cruzeiro trocou pouco do ano passado para esse, não mexeu nem na maneira de jogar, e as coisas vão acontecendo de maneira muito mais natural. A equipe deles faz coisas em campo que os outros não conseguem. Já nós ainda precisamos repetir muito. Elias tem dois jogos, depois ainda vai entrar Lodeiro, Anderson Martins, Romero. Você precisa entrosar a nova característica com que está jogando para a equipe entender - avisou o comandante.

Irregular na retomada para o segundo semestre, o Corinthians tem uma partida de caráter decisivo nesta quarta-feira, às 22h, na Arena de Itaquera. Contra o Bahia, o técnico Mano Menezes já armou sua estratégia e quer apagar a atuação fraca diante do Vitória. A ideia é repetir o que fez contra o Colorado e levar para a Fonte nova uma boa vantagem na terceira fase da Copa do Brasil.

- Eles vão jogar mais no nosso erro, inclusive porque o regulamento da competição incentiva que seja assim. Por isso, devemos levar uma condição favorável pra lá. Não podemos deixar o jogo ser assim (como foi contra o Vitória), precisamos de toque de bola rápido, deslocamento e intensidade e pressão sobre a bola - explicou.