icons.title signature.placeholder Diogo Sautchuk e Russel Dias
23/06/2014
17:20

O volante do Santos, Alison, convocado pelo técnico Gallo para a Seleção Brasileira sub-21, acredita que passagem pela base da amarelinha pode ser um fator que o ajudará a chegar na principal. Apesar da confiança, o meio-campista está ciente das dificuldades.

- Eu acho que sim. Quem tem uma passagem assim, que se mantém na Seleção de base, acaba estando um pouco mais perto. Mas não adianta de nada você passar pela Seleção de base e não continuar mostrando no profissional, e eu acho que é mais importante você estar jogando no profissional, estar sempre demonstrando o seu futebol. Mas acho que tem sim, quem está na Seleção de base tem uma proximidade maior - disse Alison, em entrevista ao LANCE!Net.

O camisa 29 do Peixe parece ser pé quente. Em sua primeira convocação para a Seleção de Gallo, o volante conquistou seu primeiro título, a Copa Toulon, disputada na França. Confiante com o momento vivido, jogador quer ser titular nesta temporada.

- Sim, nunca foi fácil ser titular de um time grande como o Santos, que sempre tem grandes jogadores, e não vai ser agora que vai ter facilidade. Sempre é difícil, então tenho que manter meu foco, tentar ganhar a posição nos treinamentos quando eu tiver oportunidades. O que eu preciso é estar com a cabeça boa, focado e disposto pra mostrar nos treinos e nos jogos - finalizou o meio-campista.