icons.title signature.placeholder Alexandre Braz
icons.title signature.placeholder Alexandre Braz
23/07/2013
11:32

Em busca de oportunidades para mostrar o seu futebol. Este foi o pensamento de Matheus Menezes ao aceitar a proposta de empréstimo do Icasa (CE) para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. Revelado pelo Goiás e contratado pelo Botafogo ainda na época de juniores, em 2011, o zagueiro de 22 anos viajou para Juazeiro do Norte, na manhã desta terça-feira, em busca de afirmação e confiante de que será bem-sucedido na nova empreitada.

- Tenho plena confiança no meu potencial. A expectativa por ter uma chance de jogar é grande. O importante para mim neste momento é jogar. Só jogando poderei provar meu valor e crescer - disse Matheus, ao LANCE!Net.

Promovido aos profissionais o Botafogo logo após a conquista do título estadual de juniores no mesmo ano de sua chegada, pelo técnico da época, Caio Júnior, Matheus não jogou como profissional pelos alvinegros, feito que havia conseguido no Goiás, na época ainda como sub-20.

Em 2012, no início do Brasileirão, Matheus torceu o joelho direito em General Severiano durante o aquecimento para um treino. Teve de operar, só voltando aos trabalhos com bola em novembro. Em 2013, com vários jogadores experientes para a zaga, a falta de chances para jogar perduraram, o que o levou a tomar a decisão de sair. Contudo, isso não o deixou aborrecido.

- Encaro tudo isso com naturalidade, o futebol é assim mesmo e temos de estar preparados para tais circunstâncias. A lesão no joelho me prejudicou, mas não tenho tempo para lamentar. Temos um grupo com grandes zagueiros e é normal essa dificuldade - afirmou o zagueiro.

E MAIS:
>Cria do Botafogo, zagueiro Matheus Menezes vai para o Icasa
> Matheus Menezes fala sobre os sonhos para buscar na carreira
> Zagueiro relembra lesão que o afastou de sua grande chance em 2012

BOAS REFERÊNCIAS 

Antes de fechar a contratação do zagueiro, dirigentes do Icasa e o treinador da equipe, Sidney Moraes, ex-jogador de São Paulo e Fluminense, ligaram para o Botafogo para terem referências de Matheus. O técnico Oswaldo de Oliveira, que foi treinador do comandante do time cearense no Fluminense, passou boas informações sobre o zagueiro, o que deixou o zagueiro feliz.

- Sou grato a tudo o que o Botafogo fez por mim. Em todos os momentos sempre me deram todo suporte necessário. É muito bom também ter boas referências do Oswaldo, um treinador muito competente, campeão, e que trabalha com muita justiça e profissionalismo - disse.

DESPEDIDA

Apesar de não ter jogado, Matheus é uma aposta da diretoria alvinegra. Os diretores acreditam que indo para um clube onde tenha mais espaço, o zagueiro pode retornar ao Glorioso mais experiente e em condições de buscar sua afirmação. Na segunda-feira, com a negociação com os cearenses concluída, Matheus foi ao Engenhão, treinou e se despediu dos amigos.

- Despedida é sempre ruim. Todos me deram força, disseram que vão ficar na torcida daqui. Mesmo de longe estaremos juntos, torcendo uns pelos outros. Vou continuar na torcida pelo Botafogo e pelos meus companheiros no Brasileirão e vamos ver o que acontece no futuro.

Na Serié B, o Icasa ocupa a 13ª colocação na tabela de classificação com 10 pontos. Nesta terça-feira, às 21h, no Romeirão, em Juazeiro do Norte, o time recebe o Joinville, pela décima rodada.

Em busca de oportunidades para mostrar o seu futebol. Este foi o pensamento de Matheus Menezes ao aceitar a proposta de empréstimo do Icasa (CE) para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. Revelado pelo Goiás e contratado pelo Botafogo ainda na época de juniores, em 2011, o zagueiro de 22 anos viajou para Juazeiro do Norte, na manhã desta terça-feira, em busca de afirmação e confiante de que será bem-sucedido na nova empreitada.

- Tenho plena confiança no meu potencial. A expectativa por ter uma chance de jogar é grande. O importante para mim neste momento é jogar. Só jogando poderei provar meu valor e crescer - disse Matheus, ao LANCE!Net.

Promovido aos profissionais o Botafogo logo após a conquista do título estadual de juniores no mesmo ano de sua chegada, pelo técnico da época, Caio Júnior, Matheus não jogou como profissional pelos alvinegros, feito que havia conseguido no Goiás, na época ainda como sub-20.

Em 2012, no início do Brasileirão, Matheus torceu o joelho direito em General Severiano durante o aquecimento para um treino. Teve de operar, só voltando aos trabalhos com bola em novembro. Em 2013, com vários jogadores experientes para a zaga, a falta de chances para jogar perduraram, o que o levou a tomar a decisão de sair. Contudo, isso não o deixou aborrecido.

- Encaro tudo isso com naturalidade, o futebol é assim mesmo e temos de estar preparados para tais circunstâncias. A lesão no joelho me prejudicou, mas não tenho tempo para lamentar. Temos um grupo com grandes zagueiros e é normal essa dificuldade - afirmou o zagueiro.

E MAIS:
>Cria do Botafogo, zagueiro Matheus Menezes vai para o Icasa
> Matheus Menezes fala sobre os sonhos para buscar na carreira
> Zagueiro relembra lesão que o afastou de sua grande chance em 2012

BOAS REFERÊNCIAS 

Antes de fechar a contratação do zagueiro, dirigentes do Icasa e o treinador da equipe, Sidney Moraes, ex-jogador de São Paulo e Fluminense, ligaram para o Botafogo para terem referências de Matheus. O técnico Oswaldo de Oliveira, que foi treinador do comandante do time cearense no Fluminense, passou boas informações sobre o zagueiro, o que deixou o zagueiro feliz.

- Sou grato a tudo o que o Botafogo fez por mim. Em todos os momentos sempre me deram todo suporte necessário. É muito bom também ter boas referências do Oswaldo, um treinador muito competente, campeão, e que trabalha com muita justiça e profissionalismo - disse.

DESPEDIDA

Apesar de não ter jogado, Matheus é uma aposta da diretoria alvinegra. Os diretores acreditam que indo para um clube onde tenha mais espaço, o zagueiro pode retornar ao Glorioso mais experiente e em condições de buscar sua afirmação. Na segunda-feira, com a negociação com os cearenses concluída, Matheus foi ao Engenhão, treinou e se despediu dos amigos.

- Despedida é sempre ruim. Todos me deram força, disseram que vão ficar na torcida daqui. Mesmo de longe estaremos juntos, torcendo uns pelos outros. Vou continuar na torcida pelo Botafogo e pelos meus companheiros no Brasileirão e vamos ver o que acontece no futuro.

Na Serié B, o Icasa ocupa a 13ª colocação na tabela de classificação com 10 pontos. Nesta terça-feira, às 21h, no Romeirão, em Juazeiro do Norte, o time recebe o Joinville, pela décima rodada.