icons.title signature.placeholder Craque do Futuro - Renan Feitosa de Oliveira
24/03/2014
16:00

Em agosto de 2013, Wellington Simião sofreu uma grave lesão no joelho esquerdo, que o afastou dos gramados por cerca de quatro meses. Recuperado, Simião retornou no início de fevereiro contra o São Caetano, em Bragança Paulista. Porém, o "fantasma" voltou a rondar e um novo machucado aparecer, desta vez no quadril, prejudicando a sequência de jogos do atleta. Apesar das dificuldades, o bugrino disse que a colaboração dos administradores do clube e dos torcedores tem ajudado.

- Não tenho palavras para descrever o carinho que os funcionários e os próprios torcedores manifestam a minha pessoa. É incrível e admirável! Isso serve como motivação para que a cada dia trabalhe mais para retornar em um curto espaço de tempo e em condições de retribuir todo esse respeito e afeto - declarou o volante.

Simião afirmou passar por um momento diferente na carreira com a camisa do Guarani. Segundo ele, a relação que mantém com a torcida é um fator motivacional para estar em campo.

- Realmente é clube de uma grandeza imensa e apesar das dificuldades que atravesso por causa das lesões, posso sentir o quanto esse time é importante para os seus torcedores. Isso me contagiou, não somente pelo assédio nas ruas da cidade, mas pela sinceridade com que eles comentam sobre o Guarani. Merece o nosso respeito. - encerrou.

Liberado pelo departamento médico do Guarani, Wellington Simião se encontra à disposição do técnico Márcio Fernandes para a sequência do Campeonato Paulista da Série A2 e os primeiros jogos da Série C do Brasileirão, antes do procedimento cirúrgico que deverá se submeter durante o período de realização da Copa do Mundo.