icons.title signature.placeholder TÊNIS NEWS
04/02/2015
14:52

Fevereiro é o mês do tênis no esporte brasileiro. Antes e depois do Carnaval, o país recebe os dois principais torneios internacionais do ano, o Brasil Open e o Rio Open. O primeiro é realizado em São Paulo e vale 250 pontos, com o segundo, contando o dobro de pontos. 

Os dois torneios terão a presença de Bruno Soares, um dos principais atletas da modalidade, cuja especialidade é o jogo de duplas, onde compete ao lado do austríaco Alexander Peya. O primeiro desafio é o Brasil Open, onde os dois têm como meta principal apagar da mente o desempenho do ano passado, quando foram eliminados na primeira rodada - e, no caso do mineiro, buscar o quarto título no evento.

 

"Toda vez que a gente não vai bem em um torneio que gosta de jogar, como o Brasil Open para mim, a vontade é maior para voltar e fazer um bom resultado", afirma o mineiro, que destaca: o parceiro Peya está cada vez mais se sentindo à vontade jogando em solo nacional. "Ele já se sente bem mais em casa", destaca.

 

Além do título, Bruno também tem outras metas. "Os objetivos são engrenar bem no ano, conseguir resultados expressivos e firmar mais um ano a nossa parceria (com Peya) como uma das melhores, além, claro, de vencer um Grand Slam de duplas masculino", completa Bruno, que tem o apoio de BMG, MRV, Asics, Correios, Wilson e Estácio.