icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
30/04/2014
13:54

A declaração de Walter sobre estar "muito pu..." por não ter sido utilizado na vitória por 1 a 0 sobre o Palmeiras ainda repercute no Fluminense. Nesta quarta-feira, o lateral-direito Bruno, um dos jogadores mais antigos do elenco tricolor, saiu em defesa do atacante. Para o camisa 2, a vontade do camisa 18 em querer ajudar levou àquela declaração na saída do campo.

- Acho normal, porque todos os jogadores tentam ser titulares. O Walter nunca vai estar feliz no banco. A gente tem que estar demonstrando aqui, tem que estar tranquilo. O professor Cristovão é quem comanda a equipe. Nós somos sinceros uns com os outros e o importante é a equipe do Fluminense ganhar - disse o jogador, que teve sua versão complementada pelo zagueiro Elivélton:

- O Waltinho é querido por todos, não houve nada, não. Todo mundo gosta dele, não foi nada demais - analisou.

Na última terça, uma foto em que os atacantes Rafael Sobis e Fred pareciam "enquadrar" Walter durante o treino do Fluminense aumentou polêmica. Mas, segundo informou o clube, os atacantes estavam conversando e não houve, naquele momento, nenhum tipo de cobrança por parte dos titulares ao camisa 18. A conversa sobre o ocorrido aconteceu internamente, em outro momento.

O Fluminense volta a campo no próximo sábado, às 21h, no Maracanã, para enfrentar o Vitória. Com seis pontos conquistados em dois jogos, o Tricolor é o líder isolado do Campeonato Brasileiro.

Sem mágoa: Walter treina numa boa e recebe apoio de companheiros