icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
03/04/2014
00:03

O Palmeiras conseguiu sua suada classificação para a segunda fase da Copa do Brasil. Com dois gols de Bruno César, que enfim desencantou e fez os seus primeiros com a camisa do Verdão, o time alviverde despachou o Vilhena, de Rondônia, no Estádio do Pacaembu, pelo placar de 2 a 0.

Além da atuação abaixo do esperado - apesar da vaga assegurada -, um ponto negativo da noite palmeirense foi o baixo número de torcedores que se deslocaram ao estádio para assistir à partida. Pouco mais de 4 mil pagantes foram resgistrados no Pacaembu, recorde negativo do clube nesta temporada.

Com a classificação, o Palmeiras espera agora o vencedor do duelo entre Sampaio Corrêa (MA) e Interporto (TO). O jogo de ida, em Tocantins, acabou empatado em 1 a 1. No próximo dia 9, no Maranhão, será conhecido o adversário do Verdão na segunda fase da Copa do Brasil.

O JOGO

O Palmeiras começou o jogo de forma um tanto quanto tímida. Sofrendo com as pancadas dadas pelos jogadores do Vilhena, o Verdão teve dificuldades para armar suas jogadas. O time alviverde criou duas grandes chances de gol na primeira etapa. Aos seis minutos, Bruno César mandou uma bomba de fora da área, o goleiro Dalton espalmou no susto e Leandro mandou para fora no rebote. Aos 35, Mendieta deu de calcanhar para Marcelo Oliveira, que deslocou a zaga adversária e bateu em cima do arqueiro.

O Vilhena também teve suas oportunidades. Durante bons 15 minutos do primeiro tempo, o time de Rondônia foi quem "mandou no jogo". Aos 20 minutos, Alex Barcellos aproveitou bate e rebate na grande área e quase abriu o placar, sendo travado por Lucio. Aos 26, Edilsinho recebeu na meia-lua e chutou em cima de Marcelo Oliveira, para alívio do goleiro Bruno.

No segundo tempo, o Palmeiras até começou melhor, com tentativas de fora da área partindo dos pés de Bruno César. A primeira grande chance, no entanto, foi do Vilhena. Aos 12 minutos, Jaílson foi lançado e Lucio se atrapalhou. O atacante, então, bateu firme, obrigando Bruno a esticar a perna para salvar a pátria.

Ganhando confiança na partida, o Vilhena cresceu para cima do Verdão. Tayron recebeu cruzamento na grande área e cabeceou na trave de Bruno. Por ironia, foi justamente no contra-ataque deste lance que saiu o primeiro gol do Palmeiras. Marquinhos Gabriel avançou pela direita e cruzou para Bruno César, que estufou as redes adversárias.

Mais tranquilo no jogo, o Verdão soube controlar o restante da partida. Bruno César foi lançado pela esquerda e acabou derrubado por Dalton. O juiz marcou pênalti e o próprio camisa 30 foi para a batida. Sem dificuldades, sacramentou a classificação do Palmeiras à próxima fase da Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 2 X 0 VILHENA (RO)

Local: Estádio Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data/Horário: 2 de abril de 2014, quarta-feira, às 22h
Árbitro: Wanderson Alves de Sousa (CBF-MG)
Assistentes: Luciano Roggenbaum (CBF-PR) e Diego Grubba Schitkovski (CBF-PR)
Público/Renda: 4.430 pagantes / R$ 124.950
Cartões amarelos: Carlinhos, Edilsinho, Júnior, Tayron e Dalton (VIL); Bruno César, Leandro e Eguren (PAL)
Cartões vermelhos: nenhum

GOLS: Bruno César (27'/2ºT) e (31'/2ºT)

PALMEIRAS: Bruno; Tiago Alves, Lúcio, Wellington (Serginho, Intervalo) e William Matheus; Eguren, Marcelo Oliveira (Josimar, 29'/2ºT), Mendieta (Marquinhos Gabriel, 15'/2ºT) e Bruno César; Leandro e Miguel Técnico: Gilson Kleina

VILHENA: Dalton; Júnior, Marinho (Tayrão, 36'/1ºT) e Alex Barcellos; Portela, Maycon (Tiago Silva, 41'/2ºT), Carlinhos, Cucau e Edilsinho; Jaílson (Roallase, 23'/2ºT) e Sandro Técnico: Marcos Birigui