icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
30/03/2014
21:24

A eliminação na semifinal do Campeonato Paulista para o Ituano na noite deste domingo deixou Bruno irritado. Titular na segunda etapa após a lesão de Fernando Prass, o goleiro soltou palavrão ao desabafar sobre a derrota por 1 a 0 no Pacaembu e reclamou da queda de rendimento do time após a lesão de Alan Kardec e o desfalque de Valdvia na maior parte do jogo.

- Infelizmente, teremos que arrumar uma explicação que não temos. Não foi justo, mas futebol não é feito de justiça. Nossa grande campanha não adiantou de bosta nenhuma porque fomos eliminados aqui. Desculpe pelo palavrão, mas quem entra tem que dar conta. Estamos jogando no Palmeiras, não em time de várzea. Se o ano inteiro falaram que tínhamos elenco, não pode cair tanto - reclamou.

Com o sangue mais frio, o diretor executivo José Carlos Brunoro apresentou discurso contrário ao de Bruno. Para o dirigente, o desempenho do Verdão ao longo da primeira fase do Paulistão deve ter mais importância do que a eliminação no balanço feito pela diretoria.

- Não é uma derrota em uma campanha extraordinária que pode afetar algo. Quando perde tem de fazer uma análise do todo, ver se erramos em algo. Foi algo muito diferente, vários jogadores machucados. Tem que seguir, temos uma campanha muito boa. Hoje (domingo) foram coisas atípicas e uma derrota não pode mudar tudo o que foi construído - opinou.

Ex-corintiano marca e Ituano elimina o Palmeiras no Paulistão