icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
27/11/2013
10:36

Rússia. Essa palavra deve estar martelando na cabeça de muitos jogadores da Seleção Brasileira masculina de vôlei. Isso porque no retrospecto recente o Brasil vem sendo um grande freguês do país.

Mas para o capitão Bruninho, mesmo após as derrotas para os russos este ano na Liga Mundial e também na Copa dos Campeões, o time brasileiro já provou que tem força para vencê-los. Na semana passada, após abrir 2 sets a 0, o time de Bernardinho permitiu uma virada russa e perdeu a partida por 3 a 2, mas mesmo assim seria campeão depois, ao vencer a Itália.

- Faltou a gente fechar aquele terceiro set contra a Rússia. Não só nessa partida, mas também em outras, nós tivemos ansiedade na hora de fechar o jogo. Dominamos os russos em dois sets e isso já mostra que podemos a qualquer momento batê-los. Faltou tranquilidade e contra outras equipes também foi assim. Faltava um título para tirar um pouco do peso, mas ele veio - disse Bruninho, exaltando a conquista da Copa dos Campeões no Japão.

Este ano, a Seleção Brasileira ainda foi vice-campeã para a Rússia na Liga Mundial. Vale lembrar que no ano passado o time brasileiro já havia sido vice para os russo na Olimpíada de Londres. Este ano, a Rússia também foi campeã europeia.

Em 2014, a Seleção Brasileira pode rever a Rússia em dois torneios de nível global. Primeiro na Liga Mundial e depois no Campeonato Mundial, em setembro, na Polônia.