icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
16/07/2013
11:45

Charles do Bronx’s conseguiu evoluir no UFC mesmo com a derrota para o americano Frankie Edgar, na categoria peso-pena. Isso porque o brasileiro vendeu caro cada ponto no duelo que foi considerado o melhor da noite de 6 de julho, no UFC 162, em Las Vegas, EUA. Mesmo com o revés, o lutador reconhece que sua carreira pode tomar novas diretrizes devido a sua boa atuação contra um dos melhores colocados no ranking da categoria.

- Fiquei muito triste com a derrota, é claro, foi uma luta dura, mas, ao mesmo tempo, acho que foi proveitoso, consegui lutar três rounds contra um lutador que é um dos melhores na categoria, um cara que é muito rápido e tem um boxe forte. Todos comentaram que foi a melhor luta da noite. Vieram falar que querem me ver lutando novamente. Tenho que tirar muita coisa de lição para as minhas próximas lutas - comentou o atleta.

Frankie Edgar e Charles Oliveira se encaram na pesagem do UFC 162 (FOTO: Divulgação)


Especialista em jiu-jitsu, Charles tem treinado a luta em pé e, mesmo contra um adversário muito rápido na trocação, conseguiu ter momentos bons e fazer um combate equilibrado. Para o brasileiro, Frankie Edgar teve que se desdobrar também em seus treinamentos para evitar que fosse finalizado no octógono.

- Assim como estudei o Frankie, ele também me estudou. Por isso não consegui levar ele para o chão tantas vezes, mas teve uma vez que eu entrei com um armlock, numa outra quase pegou em cheio... No fim das contas a luta acabou sendo um pouco melhor para ele, mas eu mostrei algumas de minhas armas, tentei finalizações - relatou.

Aos 23 anos, Charles é visto como uma promessa no UFC. Ou pelo menos era, já que após a luta contra Frankie Edgar, ele passou a ser encarado com outros olhos pelos fãs do Ultimate e já é uma realidade na categoria. Mesmo abalado pela derrota, o atleta espera voos maiores nas próximas lutas.

- Acho que agora as pessoas já sabem bem quem é o Charles. Assim que acabou a luta, muita gente veio falar comigo, dizendo que foi sensacional. Teve um cara que falou para mim que sou duro na queda. Foram coisas boas de se ouvir, apesar de ter perdido. Acho que posso ir mais longe. Essa luta passou e agora vou me dedicar muito nos treinamentos para enfrentar qualquer adversário - declarou o brasileiro.

Charles do Bronx’s conseguiu evoluir no UFC mesmo com a derrota para o americano Frankie Edgar, na categoria peso-pena. Isso porque o brasileiro vendeu caro cada ponto no duelo que foi considerado o melhor da noite de 6 de julho, no UFC 162, em Las Vegas, EUA. Mesmo com o revés, o lutador reconhece que sua carreira pode tomar novas diretrizes devido a sua boa atuação contra um dos melhores colocados no ranking da categoria.

- Fiquei muito triste com a derrota, é claro, foi uma luta dura, mas, ao mesmo tempo, acho que foi proveitoso, consegui lutar três rounds contra um lutador que é um dos melhores na categoria, um cara que é muito rápido e tem um boxe forte. Todos comentaram que foi a melhor luta da noite. Vieram falar que querem me ver lutando novamente. Tenho que tirar muita coisa de lição para as minhas próximas lutas - comentou o atleta.

Frankie Edgar e Charles Oliveira se encaram na pesagem do UFC 162 (FOTO: Divulgação)


Especialista em jiu-jitsu, Charles tem treinado a luta em pé e, mesmo contra um adversário muito rápido na trocação, conseguiu ter momentos bons e fazer um combate equilibrado. Para o brasileiro, Frankie Edgar teve que se desdobrar também em seus treinamentos para evitar que fosse finalizado no octógono.

- Assim como estudei o Frankie, ele também me estudou. Por isso não consegui levar ele para o chão tantas vezes, mas teve uma vez que eu entrei com um armlock, numa outra quase pegou em cheio... No fim das contas a luta acabou sendo um pouco melhor para ele, mas eu mostrei algumas de minhas armas, tentei finalizações - relatou.

Aos 23 anos, Charles é visto como uma promessa no UFC. Ou pelo menos era, já que após a luta contra Frankie Edgar, ele passou a ser encarado com outros olhos pelos fãs do Ultimate e já é uma realidade na categoria. Mesmo abalado pela derrota, o atleta espera voos maiores nas próximas lutas.

- Acho que agora as pessoas já sabem bem quem é o Charles. Assim que acabou a luta, muita gente veio falar comigo, dizendo que foi sensacional. Teve um cara que falou para mim que sou duro na queda. Foram coisas boas de se ouvir, apesar de ter perdido. Acho que posso ir mais longe. Essa luta passou e agora vou me dedicar muito nos treinamentos para enfrentar qualquer adversário - declarou o brasileiro.