icons.title signature.placeholder LANCE!Bizz
18/12/2013
12:42

A companhia aérea British Airways se recusou a transportar a seleção inglesa para a Copa do Mundo no Brasil no ano que vem, apesar de as partes estarem negociando há cerca de um ano.

O motivo oficial alegado pela empresa foi a falta de uma aeronave disponível para levar o English Team durante o verão europeu. Entretanto, de acordo com o diário britânico The Sun, uma fonte interna da companhia afirmou que o que inviabilizou o negócio foi o valor envolvido: 10 milhões de libras (R$38 milhões de reais).

Essa fonte teria afirmado ainda que o "probabilidade mínima" de a equipe de Wayne Rooney ser campeã do mundo foi principal o empecilho para o fechamento do negócio.

- Tudo se resume ao dinheiro, e sinceramente, os ganhos de um improvável cenário em que a Inglaterra volta para casa com o Troféu não ultrapassa o custo econômico de disponibilizar uma aeronave e uma equipe para a equipe por quase dois meses. E tudo que a British Airways ganharia seria algumas fotos da cauda do avião em um ou outro periódicos. Em termos brutos, o negócio não faz sentido econômico para a British Aiways - afirmou a fonte ao jornal The Sun.

A Associação Inglesa de Futebol (FA) comunicou à imprensa que está surpresa com a opção da British Airways de não voar com a seleção inglesa para a principal competição do futebol mundial.

A última vez que a seleção inglesa utilizou os serviços da British Airways foi durante a Copa da Alemanha, em 2006, num trajeto de apenas 90 minutos. Na Copa da África do Sul, em 2010, coube à empresa Virgin Airline o transporte do time inglês.