icons.title signature.placeholder Felipe Bolguese
28/06/2014
08:00

Enquanto Brasil, Alemanha e Argentina perseguem o título da Copa do Mundo, Neymar, Müller e Messi travam um duelo à parte pela artilharia do torneio. Os três, cada um com quatro gols, são os goleadores máximos da atual edição. Menos badalado, o alemão, na verdade, é o mais eficiente.

No torneio, o camisa 13 da Alemanha chutou a gol apenas sete vezes. Acertou em seis ocasiões e fez quatro gols. Para fazer os quatro gols, Neymar arriscou 11 chutes, sendo 10 na direção certa. Já o craque hermano finalizou 13 vezes no total, sendo sete no gol.

Thomas Müller vem sendo apontado como o grande nome da seleção de Joachim Löw. Neste Mundial, ele tem sido escalado com um falso 9, mais à frente dos meias, centralizado. No jogo, porém, ele sai da área a todo momento e abre pelas pontas, abrindo espaço para os companheiros aparecerem na área de surpresa. Foi assim com Götze, que recebeu passes de Müller para sofrer o pênalti contra Portugal e fazer um gol diante de Gana.

Müller fez três gols na estreia diante de Portugal, passou em branco contra Gana e depois fez mais um na vitória por 1 a 0 sobre os Estados Unidos. Artilheiro da Copa de 2010 na África do Sul, com cinco gols, ele soma nove gols em nove partidas em Copas. Quanto mais brilha, mais já é cotado para perseguir Ronaldo e Klose, que têm 15 gols na história das Copas e são os maiores artilheiros.