icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
14/07/2013
10:04

Tem tudo para ser daqueles jogaços na Arena. O Grêmio enfrenta o Botafogo na reestreia de Renato Gaúcho no comando do clube em Porto Alegre - e primeira vez no novo estádio. A expectativa é de público superior a 40 mil pessoas. E para que a festa não seja estragada pelos cariocas, o zagueiro Bressan pede mutio cuidado com a velocidade de Vitinho e Lodeiro e os passes de Seedorf.

o jovem vai encarar o ídolo holandês pela primeira vez. O meia não cai propriamente dito pelo setor do zagueiro. Mas a receita é que os defensores estejam atentos às movimentações das opções de passe do camisa 10 alvinegro, para restringir o que poderá ser feito.

- O Seedorf é uma referência para todo mundo. É perigoso. Quem for o marcar tem que ficar sempre atento a ele no cmapo. Não pode dar espaço. E nós zagueiros temos que ficar atentos ao Vitinho e ao Lodeiro, que têm velocidade e fazem o facão e dão a opção para o Seedorf enfiar os passes - avaliou o zagueiro tricolor.

A partida é tida como chave por todos no Grêmio. Elano disse que perdeu um campeonato - o de 2003 - por conta de um confronto direto. O jovem também acredita que o confronto com o atual líder da competição tenha carga mais importante.

- Tem jogos chaves no Campeonato Braisleiro. E esse é um deles - resumiu.

A tendência é que Renato entre em campo com Dida; Pará, Werley, Bressan e Alex Telles; Adriano (Matheus Biteco), Souza, Zé Roberto e Elano; Vargas e Barcos (Kleber).

Tem tudo para ser daqueles jogaços na Arena. O Grêmio enfrenta o Botafogo na reestreia de Renato Gaúcho no comando do clube em Porto Alegre - e primeira vez no novo estádio. A expectativa é de público superior a 40 mil pessoas. E para que a festa não seja estragada pelos cariocas, o zagueiro Bressan pede mutio cuidado com a velocidade de Vitinho e Lodeiro e os passes de Seedorf.

o jovem vai encarar o ídolo holandês pela primeira vez. O meia não cai propriamente dito pelo setor do zagueiro. Mas a receita é que os defensores estejam atentos às movimentações das opções de passe do camisa 10 alvinegro, para restringir o que poderá ser feito.

- O Seedorf é uma referência para todo mundo. É perigoso. Quem for o marcar tem que ficar sempre atento a ele no cmapo. Não pode dar espaço. E nós zagueiros temos que ficar atentos ao Vitinho e ao Lodeiro, que têm velocidade e fazem o facão e dão a opção para o Seedorf enfiar os passes - avaliou o zagueiro tricolor.

A partida é tida como chave por todos no Grêmio. Elano disse que perdeu um campeonato - o de 2003 - por conta de um confronto direto. O jovem também acredita que o confronto com o atual líder da competição tenha carga mais importante.

- Tem jogos chaves no Campeonato Braisleiro. E esse é um deles - resumiu.

A tendência é que Renato entre em campo com Dida; Pará, Werley, Bressan e Alex Telles; Adriano (Matheus Biteco), Souza, Zé Roberto e Elano; Vargas e Barcos (Kleber).