icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
17/11/2014
22:51

O Brasília Vôlei alcançou a segunda vitória na Superliga feminina de vôlei 14/15. Depois de folgar na última rodada, o time candango venceu o São Cristóvão Saúde/São Caetano, nesta segunda-feira, por 3 sets a 1 (25/20, 25/23, 26/28 e 25/16). A partida, que foi disputada no Sesi Taguatinga, em Brasília (DF) teve 2h16 de duração e foi válido pela terceira rodada do turno da competição.

A central Roberta, do Brasília Vôlei, foi o nome do jogo e ficou com o Troféu VivaVôlei. A meio de rede ainda foi a maior pontuadora da partida, com 18 acertos. Ainda pelo time da capital federal, a central Angélica marcou 13, a oposto Elisângela, 12, e a ponteira Michelle, 11. No lado da equipe da capital paulista, a ponteira Thaisinha, com 17 pontos, e a central Dani Suco, com 16, foram os destaques.

Ao final do jogo, a central Roberta disse que aprovou a atitude do Brasília Vôlei ao longo do confronto contra a equipe do ABC Paulista.

- Gostei muito da forma que jogamos. Acho que ainda posso melhorar o meu bloqueio, mas no geral foi um bom jogo. Trabalhamos muito para essa partida e jogamos focadas do início ao fim. - afirmou Roberta.

O treinador Sérgio Negrão parabenizou a equipe da casa pela boa atuação diante da sua torcida.

- O time jogou muito bem, tanto tecnicamente quanto taticamente. Conseguimos parar a velocidade da boa equipe do São Cristóvão Saúde/São Caetano. A Ananda também fez uma excelente partida e foi muito importante para a nossa vitória. - disse Sérgio Negrão, elogiando a levantadora do Brasília Vôlei

O JOGO

Bem no bloqueio, o Brasília Vôlei começou melhor e fez 6/4. O São Cristóvão/São Caetano cresceu de produção e empatou (10/10). Se aproveitando dos erros da equipe do ABC Paulista, o time da casa foi para o segundo tempo técnico com três de vantagem (16/13). A ponteira Michelle conseguiu dois aces seguidos e o time candango fez 18/13. O Brasília seguiu melhor até o final e venceu o primeiro set por 25/20.

No início do segundo set, a líbero Nine, da equipe de São Caetano, sofreu um estiramento na coxa e teve que deixar a partida. O time do ABC Paulista começou melhor e fez 5/2. Com muito volume de jogo, o Brasília empatou (13/13) e foi para o segundo tempo técnico na liderança (16/15). O final do set foi disputado ponto a ponto, mas a equipe candango foi melhor nos momentos decisivos e fechou a parcial por 25/23.

O Brasília Vôlei seguiu melhor no início do terceiro set e fez 8/4. Bem no saque e no contra-ataque, o São Cristóvão/São Caetano virou o marcador (12/10). O jogo ficou disputado ponto a ponto. Com um ponto de ataque da oposto Elisângela, o time candango foi para o segundo tempo técnico com um de vantagem (16/15). O Brasília Vôlei abriu três pontos na reta final da parcial (21/18), mas permitiu a reação das visitantes que viraram o marcador e fecharam o set por 28/26.

Jogando com velocidade, o Brasília Vôlei começou melhor o quarto set e fez 8/6. A central Roberta se destacava e o time candango foi para o segundo tempo técnico com quatro de vantagem (16/12). A equipe da casa dominou a parte final da parcial e venceu o quarto set por 25/16 e o jogo por 3 sets a 1.

Vitória paulista

O Pinheiros (SP) conseguiu a terceira vitória na Superliga feminina. A equipe da capital paulista venceu o São Bernardo Vôlei (SP) por 3 sets a 0 (25/15, 25/20 e 25/14), em 1h19 de jogo, no Adib Moyses Dib, em São Bernardo do Campo (SP). A oposto Rosamaria foi eleita a melhor em quadra e ficou com o Troféu VivaVôlei. Apesar da derrota, o São Bernardo Vôlei teve a maior pontuadora do confronto, a ponteira Mari Helen, com 16 acertos.