icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
30/11/2013
15:53

Depois de vencer Atlético Aguada, no Palácio Peñarol, por 93 a 81, nesta sexta-feira, o Brasília se tornou o segundo time brasileiro a conquistar duas vezes a Liga Sul-Americana de Basquete, somando o título de 2010, ao lado do Vasco, que venceu em 1999 e 2000.

Com isso, a equipe do Centro-Oeste deixa para trás uma temporada ruim, em 2012, quando não disputou nenhuma final nos campeonatos disputados.

Na partida, mesmo sem poder contar com o ala Alex, com uma lesão muscular na coxa, o time brasileiro entrou em quadra pressionando os donos da casa e conseguiu terminar o jogo com 50% de aproveitamento, convertendo 15 arremessos de longa distância em 30 tentativas.

O que levou à conquista foi, principalmente, mudança de postura da diretoria, que investiu em seu elenco. Primeiramente, os principais jogadores do Brasília, Alex Garcia, Arthur, Guilherme Giovannoni e Nezinho, foram mantidos. Além disso, o técnico argentino Sérgio Hernández, tricampeão da Liga Argentina com o Peñarol de Mar del Plata e medalhista de bronze nos Jogos Olímpicos de Pequim (2009), com a Argentina, foi contratado para comandar o time.

Para levar experiência ao resto da equipe, o armador Martín Osimani, de 31 anos, e o pivô Marcus Goree, de 35, foram os reforços contratados. Na decisão, o americano foi o cestinha do Brasília, com 24 pontos, além de oito rebotes, e o uruguaio conseguiu um duplo-duplo, com 20 pontos e 13 assistências. Leandro Garcia-Morales, do Atlético Aguada, foi o maior pontuador da partida, com 27 pontos.

Na temporada 2014, o Brasília buscará seu quarto título no NBB, mas somam, até o momento, apenas uma vitória em três jogos já disputados. Ainda no ano que vem, a equipe participará da Liga das Américas, representando o Brasil ao lado de Pinheiros/SKY, Flamengo e Unitri/Magazine Luiza.