icons.title signature.placeholder Fábio Aleixo
21/03/2014
20:00

O Autódromo Internacional Nelson Piquet, em Brasília (DF), deve ser a nova casa da IndyCar no Brasil. A previsão é que o local receba uma etapa da categoria em março de 2015.

A prova será realizada em conjunto entre o Governo do Distrito Federal e a TV Bandeirantes. O acordo entre ambas as partes e a direção da IndyCar já foi selado. A oficialização da corrida, entretanto, só ocorrerá após a assinatura do contrato, prevista para acontecer nas próximas semanas.

Com o acordo ratificado, a Indy irá retirar um processo que possui contra a Band em um tribunal de Indianápolis (EUA). A categoria americana movia uma ação contra a emissora brasileira por rompimento de contrato por conta do cancelamento da etapa de São Paulo, realizada no Parque do Anhembi entre 2010 e 2013.

Para receber a Indy, o Autódromo Nelson Piquet terá de passar por uma série de obras. As melhorias deveriam acontecer neste ano, mas não saíram do papel. Tanto assim que a corrida da MotoGP, que havia sido confirmada na capital federal para esta temporada, foi cancelada.

– São várias as melhorias que precisam ser feitas para atender à Indy, mas não acredito que teremos problemas. O governo está bastante empenhado – afirmou ao LANCE! Carlo Gancia, representante da Indy no Brasil.

Em abril, o projetista de circuitos Tony Cotman – o mesmo que desenhou a pista do Anhembi – estará em Brasília para fazer avaliações do traçado e apontar as reformas que serão necessárias.

A direção da Indy também tinha a ideia de fazer uma corrida extra-campeonato no Brasil ainda neste ano. Mas o projeto não sairá do papel.

– Em ano de Copa, tudo fica mais complicado. Então, vamos deixar para o ano que vem uma prova oficial – disse Gancia.