icons.title signature.placeholder Hugo Mirandela
icons.title signature.placeholder Hugo Mirandela
30/08/2015
12:32

O Brasil ainda está distante em conseguir medalhas no ciclismo de estrada nos Jogos Olímpicos. É o que acreditada o ciclista Kleber Ramos, vencedor da quarta etapa do Tour do Rio e segundo lugar geral da competição. De acordo com o brasileiro, ainda é preciso ter um trabalho mais elaborado na modalidade e mais provas dentro do país para que os atletas tenham chance de pódio em uma Olimpíada.

- Olha, eu acho que tem que ter um trabalho. Acho que a gente ainda está distante, tem que haver um olhar para a corrida de estrada. Acho que tem pouco aqui. O Tour do Rio faz isso aqui, a Copa Rio faz essas corridas de estradas. Eu acho muito importante ter essas competições para a gente elevar o nível – opinou o ciclista.

Kleber foi o brasileiro melhor colocado no evento-teste que teve no Rio para os Jogos de 2016. O brasileiro aprovou o percurso que será usado na competição e espera representar o Brasil no ano que vem.

- Eu achei o circuito espetacular, bem técnico, com muita montanha, muita subida, descida. Acho que está no caminho certo, que os gringos vão gostar muito desse circuito. É uma prova bela e a gente está se preparando para estar nos Jogos Olímpicos de 2016. É o foco de qualquer ciclista brasileiro estar representando o país aqui no Rio de Janeiro. E a gente está focado nisso – disse Kleber.

O Tour do Rio terminou neste domingo depois de cinco etapas que percorreram 25 cidades, inclusive algumas em Minas Gerais. A prova teve um percurso de quase 800km e contou com 15 equipes, sendo seis do exterior. O vencedor foi o espanhol Gustavo Veloso, da equipe portuguesa Quinta da Lixa.

O Brasil ainda está distante em conseguir medalhas no ciclismo de estrada nos Jogos Olímpicos. É o que acreditada o ciclista Kleber Ramos, vencedor da quarta etapa do Tour do Rio e segundo lugar geral da competição. De acordo com o brasileiro, ainda é preciso ter um trabalho mais elaborado na modalidade e mais provas dentro do país para que os atletas tenham chance de pódio em uma Olimpíada.

- Olha, eu acho que tem que ter um trabalho. Acho que a gente ainda está distante, tem que haver um olhar para a corrida de estrada. Acho que tem pouco aqui. O Tour do Rio faz isso aqui, a Copa Rio faz essas corridas de estradas. Eu acho muito importante ter essas competições para a gente elevar o nível – opinou o ciclista.

Kleber foi o brasileiro melhor colocado no evento-teste que teve no Rio para os Jogos de 2016. O brasileiro aprovou o percurso que será usado na competição e espera representar o Brasil no ano que vem.

- Eu achei o circuito espetacular, bem técnico, com muita montanha, muita subida, descida. Acho que está no caminho certo, que os gringos vão gostar muito desse circuito. É uma prova bela e a gente está se preparando para estar nos Jogos Olímpicos de 2016. É o foco de qualquer ciclista brasileiro estar representando o país aqui no Rio de Janeiro. E a gente está focado nisso – disse Kleber.

O Tour do Rio terminou neste domingo depois de cinco etapas que percorreram 25 cidades, inclusive algumas em Minas Gerais. A prova teve um percurso de quase 800km e contou com 15 equipes, sendo seis do exterior. O vencedor foi o espanhol Gustavo Veloso, da equipe portuguesa Quinta da Lixa.