icons.title signature.placeholder Ivo Felipe, enviado especial
icons.title signature.placeholder Ivo Felipe, enviado especial
30/07/2013
13:52

O brasileiro João Gomes Jr. avançou à final dos 50m peito de natação, no Mundial de Esportes Aquáticos, em Barcelona. Ele ficou com o terceiro melhor tempo das duas sessões semifinais, com 27s05.

- Foi muito boa a prova. Gostei de ter conseguido nadar o meu melhor e estar bem classificado para a final. O meu nado limpo, sem sair do bloco, é muito bom, eu tenho um dos melhores nados limpos do mundo. Eu vou pensar o que eu sempre penso: eu sou capaz, isso não é impossível pra ninguém. Eu vou atrás - disse João, que nesta quarta disputa a final.

Já o brasileiro Felipe Lima, que conquistou o bronze nos 100m peito neste mundial, ficou fora da final. Ele fez apenas o nono melhor tempo da prova, com 27s48.

- Foi por muito pouco, eu acho que patinei um pouco na prova. 50m são detalhes, acaba acontecendo esta fatalidade, fiquei em novo e sou o primeiro reserva. Quem sabe alguém desista e aconteceça alguma coisa e eu possa entrar nesta final - disse Felipe, que ainda vai disputar o revezamento 4x100m medley.

O sul-africano Cameron Van der Burgh foi o melhor com 26s81, três centésimos atrás do melhor tempo da temporada, de 26s78, que também pertence a ele. Burgh ainda é o recordista mundial da prova, com 26s67.

Damlr Dugonjic foi o terceiro nas semifinais, com 26s83. O australiano Christian Sprenger,  o suéco Johannes Skagius, o neo-zelandês Snyders, o italiano Mattla Pesce e o sul-africano Glullo Zorzi completam a lista dos nadadores que foram à final da prova.

O brasileiro João Gomes Jr. avançou à final dos 50m peito de natação, no Mundial de Esportes Aquáticos, em Barcelona. Ele ficou com o terceiro melhor tempo das duas sessões semifinais, com 27s05.

- Foi muito boa a prova. Gostei de ter conseguido nadar o meu melhor e estar bem classificado para a final. O meu nado limpo, sem sair do bloco, é muito bom, eu tenho um dos melhores nados limpos do mundo. Eu vou pensar o que eu sempre penso: eu sou capaz, isso não é impossível pra ninguém. Eu vou atrás - disse João, que nesta quarta disputa a final.

Já o brasileiro Felipe Lima, que conquistou o bronze nos 100m peito neste mundial, ficou fora da final. Ele fez apenas o nono melhor tempo da prova, com 27s48.

- Foi por muito pouco, eu acho que patinei um pouco na prova. 50m são detalhes, acaba acontecendo esta fatalidade, fiquei em novo e sou o primeiro reserva. Quem sabe alguém desista e aconteceça alguma coisa e eu possa entrar nesta final - disse Felipe, que ainda vai disputar o revezamento 4x100m medley.

O sul-africano Cameron Van der Burgh foi o melhor com 26s81, três centésimos atrás do melhor tempo da temporada, de 26s78, que também pertence a ele. Burgh ainda é o recordista mundial da prova, com 26s67.

Damlr Dugonjic foi o terceiro nas semifinais, com 26s83. O australiano Christian Sprenger,  o suéco Johannes Skagius, o neo-zelandês Snyders, o italiano Mattla Pesce e o sul-africano Glullo Zorzi completam a lista dos nadadores que foram à final da prova.