icons.title signature.placeholder RADAR / LANCEPRESS!
08/11/2014
14:07

O surfe brasileiro deu neste sábado mais uma prova de que está em ascensão. Com direito a grandes manobras aéreas, Filipe Toledo conquistou pela manhã a etapa prime da WQS Maresias, na praia de São Paulo, e se firmou na ponta do ranking do Circuito Mundial da Divisão de Acesso, além de ser premiado com US$ 40 mil (cerca de R$ 120 mil). Com 19,04 pontos, o paulista superou o australiano Matt Banting na final, que chegou a 15,40.

"Filipinho" iniciou sua trajetória de sábado utilizando o aéreo para superar o também australiano Jack Freestone - com 15,67 pontos contra 9,77. Na decisão, o surfista manteve um rendimento implacável, chegando aos 18,43 pontos, contra 3,43 do costarriquenho Carlos Munoz.

Porém, a decisão foi marcada pelo equilíbrio. Filipe Toledo ousou um aéreo 360º sem as mãos e ganhou 9,70. Banting equilibrou a bateria e alcançou 7,50 pontos. Toledo manteve o ímpeto e chegou a 19,04. O australiano lutou nas ondas, mas não alcançou a pontuação necessária para ultrapassar.