icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
27/11/2014
12:00

Não passou impune. O brasileiro Brandão foi condenado a um mês de prisão após cabeçada em Thiago Motta, após o jogo entre Bastia e Paris Saint-Germain, no dia 16 de agosto. O julgamento foi realizado nesta quinta-feira por um tribunal de Paris. Câmeras de dentro do vestiário mostraram o atacante acertando o golpe no jogador do time rival.

Os promotores pediam pena mais pesada a Brandão: oito meses. A sentença, contudo, foi de um mês de prisão e multa de 20 mil euros (cerca de R$ 62 mil). Vale lembrar que o brasileiro já havia sido condenado pela federação francesa de futebol. Desta forma, o brasileiro terá que ficar seis meses sem jogar.

O ítalo-brasileiro Thiago Motta afirmou ter sido ameaçado durante o jogo contra o Bastia. Já o atacante disse que a provocação partiu do volante do PSG, que teria citado uma acusação de estupro sofrido por Brandão.

O juiz destacado para o caso disse que o jogador do Bastia praticou um 'ato premeditado', uma 'ação calculada'. O advogado do atleta defendeu-o, afirmando que a atitude foi 'irracional'. Apesar de não concordar com a pena, o advogado não irá apelar da decisão da Corte.

No Brasil, Brandão passou por times como São Caetano, Cruzeiro e Grêmio. Na França, destacou-se pelo Olympique de Marselha.