icons.title signature.placeholder Thiago Fernandes
10/06/2014
13:24

Pelé ou Maradona: quem foi melhor? A resposta parece óbvia para qualquer brasileiro. Contudo, a carioca Ana Helena de Souza Azevedo, apaixonada pela seleção argentina e pelo Boca Juniors (ARG), foge à regra e não titubeia ao responder que o hermano foi o verdadeiro Rei do Futebol.

– Eu era pequena quando a Argentina ganhou a Copa do Mundo. Lembro um pouquinho. Maradona era o melhor. Muito melhor que o Pelé, não dá para comparar. Ele é o verdadeiro Rei do Futebol – disse.

O principal jogador do Mundial de 1986 não é o único ídolo argentino de Ana Helena. Ela também nutre carinho por dois craques atuais: Messi e Riquelme. Não é à toa que um deles é homônimo de seu animal de estimação.

– Messi é o melhor do mundo, apesar de eu gostar do Riquelme também. Eu tenho um cachorro que se chama Riquelme, é um dálmata – contou a torcedora, que nunca foi a uma partida da Argentina e tampouco ao país.

Argentinos invadem aeroporto do Rio e clima é de provocação

As paixões pela seleção argentina e também pelo Boca Juniors são tão grandes que ganharam a pele de Ana. Ela tatuou o símbolo do clube nas costas e a bandeira da nação no ombro direito.

– Não existe camisa do meu tamanho. Então, eu tatuei a bandeira da Argentina. Tem gente que fala que não sou torcedora por não ter camisa, mas está marcado na minha pele – comentou.

Acompanhada do filho Wanderson de Souza Azevedo, Ana Helena foi ao Independência, na manhã desta terça-feira, para garantir ingressos para o treino aberto dos comandados de Alejandro Sabella no local.