icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
26/07/2013
10:01

A Seleção Brasileira feminina de handebol voltou a vencer a Angola em um amistoso, na noite desta quinta-feira. em jogo disputado na Arena Santos, em Santos (SP), a equipe nacional derrotou as africanas por 24 a 23.

A equipe comandada pelo dinamarquês Morten Soubak não encarou moleza pela frente. O primeiro tempo terminou 13 a 11 para a Angola, mas o Brasil reagiu com autoridade na segunda etapa. A melhor do Brasil foi Alexandra Nascimento, melhor do mundo em 2012, que marcou quatro gols.

No primeiro amistoso com a equipe africana, o Brasil havia atropelado as rivais por 37 a 29. Os duelos serviram de preparação para o Campeonato Mundial, que acontecerá na Sérvia, em dezembro.

Após mais uma vitória, a goleira do Brasil Bárbara Arenhart, que assumiu a camisa 1 de Chana recentemente, exaltou a atuação brasileira e revelou seu sonho.

- Estamos trabalhando duro e temos nosso foco definido na melhoria do que já fizemos nas ultimas competições. Estamos em um momento muito importante para nosso futuro. Meu objetivo é fazer história no handebol e o grande sonho é chegar ao pódio em 2016 - disse a jogadora do Hypo NO, da Áustria.

Recentemente, a Confederação Brasileira de HAndebol anunciou que a modalidade terá um forte apoio para a Olimpíada. Com chances reais de medalha, o investimento anual até lá será de R$ 4,4 milhões do Banco do Brasil, somados ainda aos R$ 5 milhões dos Correios.



A Seleção Brasileira feminina de handebol voltou a vencer a Angola em um amistoso, na noite desta quinta-feira. em jogo disputado na Arena Santos, em Santos (SP), a equipe nacional derrotou as africanas por 24 a 23.

A equipe comandada pelo dinamarquês Morten Soubak não encarou moleza pela frente. O primeiro tempo terminou 13 a 11 para a Angola, mas o Brasil reagiu com autoridade na segunda etapa. A melhor do Brasil foi Alexandra Nascimento, melhor do mundo em 2012, que marcou quatro gols.

No primeiro amistoso com a equipe africana, o Brasil havia atropelado as rivais por 37 a 29. Os duelos serviram de preparação para o Campeonato Mundial, que acontecerá na Sérvia, em dezembro.

Após mais uma vitória, a goleira do Brasil Bárbara Arenhart, que assumiu a camisa 1 de Chana recentemente, exaltou a atuação brasileira e revelou seu sonho.

- Estamos trabalhando duro e temos nosso foco definido na melhoria do que já fizemos nas ultimas competições. Estamos em um momento muito importante para nosso futuro. Meu objetivo é fazer história no handebol e o grande sonho é chegar ao pódio em 2016 - disse a jogadora do Hypo NO, da Áustria.

Recentemente, a Confederação Brasileira de HAndebol anunciou que a modalidade terá um forte apoio para a Olimpíada. Com chances reais de medalha, o investimento anual até lá será de R$ 4,4 milhões do Banco do Brasil, somados ainda aos R$ 5 milhões dos Correios.