icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
19/08/2015
21:14

A Equipe Brasileira de Vela encerrou o quinto dia do Aquece Rio Regata Internacional de Vela, evento-teste para os Jogos Olímpicos Rio 2016, no top 3 em duas classes. Nesta quarta-feira (dia 19), o bicampeão olímpico Robert Scheidt subiu para a terceira posição na classificação geral da classe Laser. Na 49erFX, as atuais campeãs mundiais Martine Grael e Kahena Kunze ocupam a segunda colocação. Na RS:X masculina e feminina, a fase de classificação foi encerrada. As regatas da medalha serão disputadas nesta quinta-feira (dia 20) com a presença de Ricardo Winicki, o Bimba.

Em um dia com pouco vento dentro e fora da Baía de Guanabara, as regatas sofreram com atrasos. Martine e Kahena foram para água no meio da tarde e disputaram apenas uma regata. Elas chegaram em 16ª, mas ganhara duas posições após um protesto. Assim, terminaram o dia com 25 pontos perdidos. As argentinas Victoria Travascio e Maria Sol Branz também somam 25, mas levam desvantagem por terem resultados piores. As italianas Giulia Conti e Francesca Clapcich lideram com 18.

Também com uma única regata no dia, Scheidt teve um bom desempenho ao chegar em quarto. Ele soma 43 pontos perdidos, mesma pontuação do segundo colocado, o canadense Lee Parkhill, que leva vantagem por ter resultados melhores. A primeira posição está com o italiano Francesco Marrai, com 30.

- O dia foi bom, consegui fazer uma prova com bom nível técnico. Embora não tenha tido um bom início de regata, me recuperei na segunda volta. Acho que foi a regata que velejei melhor até agora na competição. Eu estava muito focado e concentrado no vento, dando o meu máximo a todo minuto e tomei decisões certas - avaliou Scheidt.

Na RS:X, o dia de pouco vento atrapalhou a programação e prejudicou os velejadores que precisavam somar pontos para tentar uma vaga na regata da medalha, que só conta com os dez melhores colocados e vale o dobro de pontos. Bimba chegou em 20º, resultado este que passou a ser descartado. Ele entra na disputa final com 66 pontos perdidos. Os três primeiros colocados são o chinês Aichen Wang, com 15, o francês Pierre Le Coq, com 32, e o grego Byron Kokkalanis, com 38.

- Venho fazendo um bom campeonato, exceto por esta última regata, que praticamente não tinha vento - disse Bimba.

No feminino, Patricia Freitas chegou em oitavo e encerrou sua participação no evento-teste na 11ª posição, com 62 pontos perdidos. A francesa Charline Picon terminou a fase de classificação em primeiro, com 29, seguida pela polonesa Malgorzata Bialecka, com 29, e pela espanhola Blanca Manchon, com 31.

Nas demais classes, o Brasil está em oitavo na Laser Radial com Fernanda Decnop; na Finn, Jorge Zarif é o 14º; na 470 feminina, Fernanda Oliveira e Ana Luiza Barbachan estão em 12º; na 470 masculino, Henrique Haddad e Bruno Bethlem estão em 13º; na 49er, Marco Grael e Gabriel Borges ocupam a 11ª colocação; e na Nacra 17, Samuel Albrecht e Isabel Swan estão em 15º

A Equipe Brasileira de Vela encerrou o quinto dia do Aquece Rio Regata Internacional de Vela, evento-teste para os Jogos Olímpicos Rio 2016, no top 3 em duas classes. Nesta quarta-feira (dia 19), o bicampeão olímpico Robert Scheidt subiu para a terceira posição na classificação geral da classe Laser. Na 49erFX, as atuais campeãs mundiais Martine Grael e Kahena Kunze ocupam a segunda colocação. Na RS:X masculina e feminina, a fase de classificação foi encerrada. As regatas da medalha serão disputadas nesta quinta-feira (dia 20) com a presença de Ricardo Winicki, o Bimba.

Em um dia com pouco vento dentro e fora da Baía de Guanabara, as regatas sofreram com atrasos. Martine e Kahena foram para água no meio da tarde e disputaram apenas uma regata. Elas chegaram em 16ª, mas ganhara duas posições após um protesto. Assim, terminaram o dia com 25 pontos perdidos. As argentinas Victoria Travascio e Maria Sol Branz também somam 25, mas levam desvantagem por terem resultados piores. As italianas Giulia Conti e Francesca Clapcich lideram com 18.

Também com uma única regata no dia, Scheidt teve um bom desempenho ao chegar em quarto. Ele soma 43 pontos perdidos, mesma pontuação do segundo colocado, o canadense Lee Parkhill, que leva vantagem por ter resultados melhores. A primeira posição está com o italiano Francesco Marrai, com 30.

- O dia foi bom, consegui fazer uma prova com bom nível técnico. Embora não tenha tido um bom início de regata, me recuperei na segunda volta. Acho que foi a regata que velejei melhor até agora na competição. Eu estava muito focado e concentrado no vento, dando o meu máximo a todo minuto e tomei decisões certas - avaliou Scheidt.

Na RS:X, o dia de pouco vento atrapalhou a programação e prejudicou os velejadores que precisavam somar pontos para tentar uma vaga na regata da medalha, que só conta com os dez melhores colocados e vale o dobro de pontos. Bimba chegou em 20º, resultado este que passou a ser descartado. Ele entra na disputa final com 66 pontos perdidos. Os três primeiros colocados são o chinês Aichen Wang, com 15, o francês Pierre Le Coq, com 32, e o grego Byron Kokkalanis, com 38.

- Venho fazendo um bom campeonato, exceto por esta última regata, que praticamente não tinha vento - disse Bimba.

No feminino, Patricia Freitas chegou em oitavo e encerrou sua participação no evento-teste na 11ª posição, com 62 pontos perdidos. A francesa Charline Picon terminou a fase de classificação em primeiro, com 29, seguida pela polonesa Malgorzata Bialecka, com 29, e pela espanhola Blanca Manchon, com 31.

Nas demais classes, o Brasil está em oitavo na Laser Radial com Fernanda Decnop; na Finn, Jorge Zarif é o 14º; na 470 feminina, Fernanda Oliveira e Ana Luiza Barbachan estão em 12º; na 470 masculino, Henrique Haddad e Bruno Bethlem estão em 13º; na 49er, Marco Grael e Gabriel Borges ocupam a 11ª colocação; e na Nacra 17, Samuel Albrecht e Isabel Swan estão em 15º