icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
04/02/2015
14:07

Tradicional palco do vôlei de praia brasileiro e única cidade a receber etapas em todas os anos do Circuito Banco do Brasil Open, João Pessoa (PB) terá cinco atletas da casa em busca do ouro neste final de semana. Ávaro Filho, Bruna, Jô, Thati e Vitor Felipe estão garantidos na 7ª etapa da temporada 2014/2015, que vai de sexta-feira a domingo, na Praia de Cabo Branco, com entrada franca à torcida e transmissão do site da CBV. 

E os locais contam com o apoio da torcida para terem um bom desempenho. Um deles em especial sonha alto em quer trazer o troféu do campeonato para o estado após 20 anos.

Na segunda colocação do ranking, o paraibano Jô e o parceiro Léo Vieira (DF) somam atualmente 1620 pontos, 100 a menos que Bruno/Hevaldo (AM/CE), dupla que lidera a classificação geral da temporada. A aposta é na força dos amigos, parentes e torcedores locais para um bom desempenho em casa. O último título de temporada para um paraibano aconteceu em 1995, quando o medalhista olímpico Zé Marco, ao lado de Emanuel, subiu ao lugar mais alto do pódio ao final das 19 etapas disputadas.

- Estou muito tranquilo, quero jogar. Estou curtindo o momento. Se o título tiver que ser nosso, vai ser. Se não, vou continuar lutando, trabalhando. Vou ser sincero, foi uma surpresa para mim, tão novo, poder disputar o título. Não era o objetivo principal no inicio, fomos etapa a etapa, tentando manter o foco e o trabalho sério. E, vinte anos após o título do Zé Marco, poder colocar a Paraíba na briga pelo troféu, é motivo de muito orgulho. Tomara que, com o apoio da torcida, sempre um jogador a mais em quadra, consigamos fazer uma semifinal, uma final, para termos uma boa pontuação - disse Jô.

Quem também espera contar com a adaptação e conhecimento do vento e da areia de João Pessoa é Álvaro Filho. O jovem de 24 anos já tornou tradição a comemoração com o chapéu de cangaceiro e vem amadurecendo a dupla com o também paraibano Vitor Felipe. Nas três etapas disputadas após o retorno da dupla, dois pódios com a medalha de bronze. Agora, a meta é dar um passo adiante, em busca da final.

- Jogar na casa do atleta sempre é bom, mas em João Pessoa é muito bom. O pessoal daqui ama o voleibol e muitos entendem bastante. Existem muitos atletas e bons treinadores. A cidade muda quando tem uma etapa, você sente o clima diferente. É um dos esportes mais populares. Assim como foi em Fortaleza, é o vôlei de praia tradicional, disputado na praia mesmo. Normalmente sempre tem vento, aqui talvez um pouco mais que em outros lugares. Então, quem souber se adaptar rápido vai conseguir bons resultados - disse Alvinho, que completou.

- Estamos evoluindo, tivemos dois terceiros lugares no final de 2014 e agora estamos fazendo uma pré-temporada muito forte, na expectativa para um bom ano. Fomos convocados para o desafio Brasil contra os Estados Unidos e fiquei muito feliz com isso, representar o país é sempre especial, motivo de orgulho. Estamos trabalhando forte pois é um ano muito importante, estamos em busca dos nossos objetivos.

Ao todo, 32 times inscritos disputarão a etapa paraibana, sendo 16 duplas masculinas e outras 16 femininas. No primeiro dia são realizados os jogos da primeira fase. Os primeiros de cada um dos quatro grupos avançam antecipadamente às quartas de final. O sábado conta com as oitavas de final (disputada apenas entre os segundo e terceiros colocados de cada chave), quartas e semifinais. O domingo é reservado para disputa de bronze e finais dos dois naipes.

Serão disputadas nove etapas do Circuito Banco do Brasil Open e uma edição do Super Praia (torneio com formato diferente e campeão independente). Depois de João Pessoa, o CBBVP passará em 2015 por Recife (PE), de 6 a 8/3, e Salvador (BA), de 27 a 29/3.