icons.title signature.placeholder Ivo Felipe
13/12/2013
18:44

A Seleção Brasileira deu um passo importante nesta sexta-feira no Mundial Feminino de Handebol, que ocorre na Sérvia. Em Nis, a equipe dirigida por Morten Soubak fez 23-18 sobre a Dinamarca e assegurou a primeira colocação do Grupo B do torneio. Desta forma, enfrentará o quarto time mais bem posicionado do Grupo A nas oitavas de final. O rival será a Holanda, às 15h (de Brasília), na segunda-feira.

A Seleção contou com grandes atuações individuais para alcançar a vitória contra o forte time europeu. A armadora Deonise Cavaleiro foi a principal aposta ofensiva no duelo, sobretudo na etapa incial, quando fez cinco gols. Atrás, Bárbara Arenhart teve uma atuação de gala e manteve as dinamarquesas distantes no placar durante todo o confronto


Bárbara vibra após defesa. Ela foi eleita a melhor (Foto: Cinara Piccolo/Photo&Grafia)

Uma "blitz" da marcação brasileira foi fundamental para o triuinfo. Em 15 minutos, o time comandado pelo dinamarquês Morten Soubak sufocou as rivais e abriu sete gols de diferença: 9 a 2. A corrida brasileira fez com que o técnico rival parasse o jogo e tentasse mudar a formação inicial do time cabeça de chave. 

O maior momento de perigo para a Seleção ocorreu na volta para a segunda etapa. Com uma jogadora a menos, em decorrência da punição de dois minutos sofrida por Dara, o time nacional não conseguiu conter as dinamarquesas, que diminuíram a distância para três gols (14 a 11). O tempo pedido por Morten deu resultado, muito também pela jornada inspirada de Deonise. Foi dela novamente os dois gols que voltaram a deixar o Brasil em situação confortável no marcador (16 a 11).

Deste momento em diante, a Seleção foi muito pouco ameaçada no placar, a despeito da pressão imposta pelas adversárias. Não houve nenhum momento em que as europeias tenham conseguidos trazer a diferença para menos de três gols. Fim de uma atuação segura e primeiro lugar do Grupo B garantido: 23-18.

Já neste sábado, a Seleção Brasileira viaja para Belgrado (SER). Na capital da Sérvia, terá dois dias de descanso e volta à quadra na segunda-feira. Na Arena Belgrado, enfrentará a Holanda.