icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
24/06/2014
09:17

Em busca de prevenir lesões, o departamento médico do Botafogo tem utilizado a termografia, técnica que aponta possíveis lesões através de uma câmera fotográfica que revela o espectro termal da imagem, nos trabalhos do dia a dia. O termografista David Mahamud, há três anos no clube, realiza as avaliações nos atletas diariamente e fornece aos departamentos de fisiologia e preparação física o termograma completo de cada um.

- A minha função é trabalhar para a prevenção de lesões. Sou um fisiologista focado na termografia. Com a técnica conseguimos avaliar o nível de estresse físico do atleta através da temperatura. Esse estresse pode ser tanto geral quanto agudo, quando apresenta um foco de lesão. Sempre procurei fazer a avaliação diariamente, já que é um teste rápido e não evasivo, o que não prejudica os atleta. Conseguimos detectar pontos em que o atleta teve maior desgaste e um provável foco de lesão - explicou David Mahamud, em entrevista ao site oficial do clube.

De acordo com David, com resultados dentro do elenco, a termografia a cada dia é melhor compreendida e aceita pelos jogadores, que passaram a valorizar a técnica e trata a fotografia específica como uma aliada dentro do campo.

- Tudo é questão de adaptação. No começo o pessoal estranhou, não deu muita credibilidade por ser uma foto, mas depois que começamos a ter o perfil dos atletas, eles viram a importância do trabalho. Já estou na minha terceira temporada no clube e não preciso mais chamar nenhum atleta para tirar a fotografia - disse.

O Botafogo volta a jogar pelo Brasileirão no dia 16 de julho, em Recife, contra o Sport, pela 10ª rodada. Com nove pontos ganhos, o time ocupa a 13ª colocação na tabela de classificação.