icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
01/11/2014
20:07

Botafogo e Cruzeiro duelam neste domingo, às 17h, pela no Mineirão, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro, num jogo que vale muito para as duas equipes. Enquanto o líder da competição tenta manter ou ampliar a vantagem de pontos para os rivais na tabela de classificação, o Glorioso luta para escapar do grupo dos quatro últimos colocados. É promessa de um grande jogo em Belo Horizonte (MG).

CRUZEIRO VAI COM FORÇA MÁXIMA

Mesmo com a Copa do Brasil ainda em andamento, o Cruzeiro não vai abrir mão de seus melhores jogadores e vai com tudo para a partida deste domingo. Os únicos jogadores que não serão relacionados são os que estão entregues ao departamento médico, como o zagueiro Manoel e o meia Willian. O objetivo da Raposa é fazer bem o dever de casa e encurtar ainda mais o caminho para o título do Brasileirão. O time mineiro terá o retorno de Marcelo Moreno e Marquinhos, ausentes no confronto contra o Santos, na quarta-feira passada, pela semifinal da Copa do Brasil.

BOTAFOGO VAI APOSTAR NOS CONTRA-ATAQUES

O Alvinegro vai com três volantes e um esquema tática voltado para os contra-ataques. A intenção é surpreender a Raposa e conquistar preciosos pontos em Minas. O jovem Murilo foi o escolhido por Mancini para substituir o atacante Wallyson, que sofreu uma entorse no tornozelo direito na última quarta-feira. O volante Rodrigo Souto segue improvisado na zaga. Ele vai atuar ao lado de Dankler, que substitui André Bahia, com dores musculares. O atacante Jobson fica como opção no banco de reservas.

CRUZEIRO X BOTAFOGO

Local: Mineirão, Belo Horizonte (MG)
Data-Hora: 2/1/2014 - 17h (horário de Brasília)
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Auxiliares: Fabrício Vilarinho da Silva (GO) e Bruno Raphael Pires (GO)

CRUZEIRO: Fábio, Mayke, Dedé, Leo e Egídio; Henrique, Lucas Silva, Everton Ribeiro e Ricardo Goulart; Marquinhos e Marcelo Moreno. Téc: Marcelo Oliveira.

BOTAFOGO: Jefferson, Régis, Dankler, Rodrigo Souto e Junior Cesar; Gabriel, Andreazzi, Bolatti e Carlos Alberto; Rogério e Murilo. Téc: Vagner Mancini.