icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
04/02/2015
21:43

A noite desta quarta-feira, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, foi fria e, até o início da partida, chuvosa. Talvez por isso, para espantarem a baixa temperatura (em torno de 24 graus), Volta Redonda e Botafogo protagonizaram uma partida quente, que acabou com empate por 2 a 2, com gols de Rodrigo Pimpão e Diego Jardel para o Alvinegro, e Henrique e Magnum, empatando a partida no último lance, para o Voltaço.

O primeiro tempo teve de tudo. Logo aos três minutos, a zaga do Voltaço cortou mal um cruzamento de Carleto e a bola caiu nos pés de Rodrigo Pimpão. Da entrada da área, ele bateu rasteiro, no canto de Douglas, que pulou em vão. O gol animou a torcida alvinegra, que cantava e pulava sem parar para apoiar o time e espantar o frio. Mas a festa durou apenas quatro minutos. Aos sete, Gegê perdeu uma bola com Niltinho quando o time saía no contra-ataque. Higor pegou a sobra e rolou para Henrique, que finalizou sem chances para Jefferson.

A partir do empate, o jogo seguiu lá e cá, com chances para os dois lados. Hugo, pelo time do Sul Fluminense, e Gilberto, pelo Glorioso, eram os mais acionados e os responsáveis pelas melhores jogadas. O alvinegro, inclusive, chegou a fazer um gol, que acabou anulado por estar em posição de impedimento.


         Botafogo fica no empate em Volta Redonda (Foto: Cleber Mendes/LANCE!Press)


Quando a primeira etapa chegava ao fim e a torcida voltava a sentir frio, os times trataram de ligar o aquecedor. Aos 41, Renan Fonseca ajeitou dentro da área e chutou por cima do gol de forma inacreditável. Pouco depois, aos 43 e aos 45, Jefferson fez duas ótimas defesas, numa cabeçada e depois numa cobrança de falta que quicou dentro da área.

No intervalo, René Simões tirou o apagado Gegê e colocou Fernandes. Com isso, liberou Willian Arão para atuar como meia. Com mais liberdade, ele deu bom passe para Pimpão arrancar e cruzar na medida para o cabeceio de Diego Jardel retomar a liderança e acordar a torcida.



Depois do gol, o jogo seguiu quente e equilibrado, mas com poucas chances de gol até os 32 minutos, quando Tutinha, dentro da pequena área, jogou por cima do gol do Bota.

E no último lance, quando o Alvinegro já fazia cera, Magnum empatou de cabeça, deixando o Raulino fervendo, de felicidade e tristeza.

FICHA TÉCNICA

VOLTA REDONDA 2 X 2 BOTAFOGO

Local: Raulino de Oliveira, Volta Redonda (RJ)
Data-Hora: 4/2/2015 - 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Auxiliares: Luiz Claudio Regazone (RJ) e Wendel de Paiva Gouvêa (RJ)
Público e renda: 1.659 pagantes e 2.236 presentes; R$ 38.175,00
Cartões amarelos: Diego Paulista (Volta Redoda); Renan Fonseca, Tomas, Sassá e Marcelo Mattos (Botafogo)
Gols: Rodrigo Pimpão, aos 3'/2°T (0-1) e aos 3'/2°T (1-2); Henrique, aos 8'/2°T (1-1) e Magnum aos 48'/2°T (2-2)

VOLTA REDONDA: Douglas, Henrique, Renier, Luan e Pedro Rosa; Diego Paulista (Magnum, aos 20'/2°T), Bruno Barra, Igor Leite e Niltinho; Hugo (Tutinha, aos 30'/2°T) e Tiago Amaral (Alan, aos 35'/1°T). Técnico: Marcelo Cabo.

BOTAFOGO: Jefferson; Gilberto, Roger Carvalho, Renan Fonseca e Carleto; Marcelo Mattos, Willian Arão, Diego Jardel (Sassá, aos 24'/2°T) e Gegê (Fernandes, no intervalo); Rodrigo Pimpão (Tomas, aos 31'/2°T) e Bill. Técnico: René Simões.