icons.title signature.placeholder Rodrigo Ciantar
02/07/2014
19:38

A diretoria do Botafogo da Paraíba ficou bastante incomodada com a atitude do clube carioca, que cancelou o amistoso na véspera da partida, contabiliza prejuízos acumulados e vai recorrer ao jurídico por quebra de contrato.

O clube, que até início da noite desta quarta-feira não havia sequer sido informado pela diretoria do Glorioso do cancelamento, custeou as passagens e a hospedagem dos visitantes. E, para piorar, já havia vendido mais de 10 mil ingressos para o jogo que marcaria a reabertura do estádio Almeidão.

- Oficialmente, a gente não recebeu nada sobre o cancelamento, soubemos pela imprensa apenas que eles não viriam. Mas o Botafogo não entrou em contato. Agora vamos aguardar um posicionamento do nosso jurídico por quebra de contrato. As passagens já tinham sido enviadas, a hospedagem estava reservada, tudo pago por nós. Mas o maior custo mesmo é o moral - reclamou Guilherme Novinho, vice de futebol do Belo.

Segundo o dirigente, no contrato firmado entre os clubes havia uma multa estipulada para ambas as partes em caso de quebra do acordo.