icons.title signature.placeholder Igor Siqueira
14/06/2014
20:40

Não tem Cristiano Ronaldo nem mesmo Pelé. Esta é a visão dos bósnios, adversários da Argentina neste domingo no Maracanã: Lionel Messi ainda é o melhor do mundo e, talvez, seja o melhor de todos os tempos.

As opiniões são do técnico da Bósnia, Safet Susic, do goleiro Asmir Begovic e do zagueiro Emir Spahic, que concederam coletiva na noite deste sábado, o último antes da partida de estreia na Copa do Mundo, contra os argentinos.

- Claro que é um prazer jogar nosso primeiro jogo de estreia no Maracanã. Mas não é uma motivação adicional. Estar aqui já é suficiente. Vamos jogar contra o melhor jogador do mundo. Espero que os brasileiros não se importem se eu disser isso, mas ele é, talvez, o melhor de todos os tempos - afirmou o treinador.

Na visão de Begovic, estrear diante de Messi e Cia. é o desafio perfeito para a Bósnia mostrar serviço.

- Estamos ansiosos para testar nossa tática e nos testar contra o Messi e a Argentina. Sabemos que ele é um elemento muito forte. Em novembro, contra nós, mostraram muita classe mesmo sem ele. A Argentina tem jogadores que podem criar chances de gol o tempo todo. Estamos nos preparando para todos eles. Messi é o melhor do mundo e é claro que temos que respeita-lo - completou o goleiro.

Segundo o capitão Spahic, não tem diferença entre o Messi do Barcelona e o da seleção argentina. Todos dão trabalho.

- Será que tem um clone do Messi? Ele é ele em qualquer lugar o melhor do mundo, jogando pelo Barcelona ou Argentina. Vai ser sempre o Messi - finalizou.

Bósnia e Argentina se enfrentam no Maracanã neste domingo, às 19h, pela primeira rodada do Grupo F.